Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Dora Kramer Por Coluna Coisas da política. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mórbida semelhança

Imprensa e agências reguladoras traçam mais um elo entre Lula e Bolsonaro

Por Dora Kramer 29 jan 2020, 11h45

Os adoradores, tanto do ex-presidente Lula quanto do presidente Jair Bolsonaro, consideram uma heresia as comparações que se fazem entre um e outro. Rebelam-se especialmente contra demonstrações de fatos e atos semelhantes, mas são os próprios que fornecem os exemplos.

Dois mais recentes: um, a entrevista de Lula na semana passada assinando embaixo das rudezas de Bolsonaro em relação à imprensa. O atual tenta interditar críticas na base da grosseria e o ex-presidente simplesmente se recusava a dar entrevistas a veículos e profissionais independentes.

O outro exemplo é a maneira como ambos encaram as agências reguladoras encarregadas de fiscalizas as relações entre empresas e governos. Os dois se posicionaram contra a independência. Lula retirando-lhes na prática muito do poder e Bolsonaro agora pretendendo indicar aliados para as dez agências onde serão abertas 22 vagas com o fim do mandato dos titulares.

Publicidade