Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Dora Kramer Por Coluna Coisas da política. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Garantia de impunidade

Gilmar Mendes lidera grupo composto por jornalistas que corroboram a posição de advogados pagos para convencer o mundo de que seus clientes são inocentes

Por Dora Kramer Atualizado em 30 jul 2020, 20h38 - Publicado em 21 dez 2017, 12h06

Há no país uma turma que a pretexto de defender garantias constitucionais faz a defesa da impunidade há anos vigente no Brasil. O capitão desse mato chama-se Gilmar Mendes e é ministro do Supremo Tribunal Federal. Lidera um grupo composto por jornalistas influentes que corroboram a posição de advogados regiamente pagos para tentar convencer o mundo de que seus clientes são inocentes. 

Gilmar solta implicados na Lava Jato a torto e a direito. Os colegas jornalistas argumentam de maneira torta que o “direito” dos acusados está sendo violado. É preciso olho vivo. Esse pessoal está com saudade de um Brasil em que imperava a procrastinação judicial precisa deixar de existir. Se não for assim, não vamos melhorar.

Publicidade