Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CPI é apelido

'Lava Toga' é apenas o codinome de um conflito de interesses políticos

O embate entre defensores e detratores da criação da chamada CPI da Lava Toga não tem propriamente o sentido de investigar as entranhas do Judiciário ou de acobertar irregularidades e ilegalidades cometidas no âmbito daquele Poder.

Entre outros motivos porque comissões parlamentares de inquérito já não cumprem o papel nem têm a importância que tiveram em outros momentos da vida nacional, antes de a Justiça, a polícia e o Ministério Público atuarem mais ativamente no desvendamento de esquemas criminosos envolvendo a coisa pública. Hoje, as CPIs servem ora como instrumentos de chantagem, ora se prestam a palco de conflitos de interesses políticos.

O cerne da briga, que deflagrou até uma crise no PSL envolvendo diretamente a família Bolsonaro, é o posicionamento de cada um dos grupos em relação à operação Lava Jato e a investigações que possam atingir magistrados e parlamentares.

O arquivamento ou a instalação da CPI refletirão apenas o resultado de uma queda de braço instalada para ver quem fala mais alto no Judiciário e no Legislativo, servindo também para definir alianças nas internas desses dois Poderes. Nada a ver com o propósito genuíno de passar a limpo seja o que for.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. jose monteiro

    Prefiro o “impicho” dos 3 pat etas que uma CPI.

    Curtir

  2. ViP Berbigao

    A nobre esqueceu do apreço do judiciários pelos poderosos em detrimento dos pobres coitadas ladrões de galinha presos provisoriamente e vitimas da pena de morte nos presídios?

    Curtir

  3. ViP Berbigao

    Esqueceu q país nenhum gasta 20% de duodécimos, ou seja, 1/4 da riqueza anual arrecadada de um país de miseráveis para opulência de meia dúzia?

    Curtir

  4. ViP Berbigao

    E tantos outros absurdos!!!

    Curtir

  5. ViP Berbigao

    E a ineficiência então? Qual país no mundo gasta o absurdo de duodécimos como aqui?

    Curtir

  6. ViP Berbigao

    E para os q dizem q determinado Poder da República NUNCA poderá ser objeto de controle, cola-se o Art. 1, § único da CRFB 88: Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
    (…)
    Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

    Curtir