Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Cidades sem Fronteiras Por Mariana Barros A cada mês, cinco milhões de pessoas trocam o campo pelo asfalto. Ao final do século seremos a única espécie totalmente urbana do planeta. Conheça aqui os desafios dessa histórica transformação.

Países da América Latina são os que mais sentem emoções positivas ao longo do dia

Já Afeganistão surpreende como a nação onde risos e gargalhadas são mais frequentes

Por Mariana Barros Atualizado em 31 jul 2020, 00h07 - Publicado em 12 nov 2015, 14h52
Mapa mostra os países que sentem mais emoções positivas, destacados em verde escuro (Imagens: Reprodução/Gallup)

Mapa mostra os países que sentem mais emoções positivas, destacados em verde escuro (Imagens: Reprodução/Gallup)

Uma pesquisa do Instituto Gallup mostrou que a população dos países da América Latina é a mais propensa a ter sentimentos positivos em sua rotina. Pela primeira vez em dez anos, ou seja, desde que o Global Emotions Report começou a ser feito pelo instituto, as dez primeiras colocadas no ranking positivo são latinas. São elas, pela ordem: Paraguai, Colômbia, Equador, Guatemala, Honduras, Panamá, Venezuela, Costa Rica, El Salvador e Nicarágua. O Brasil não aparece nas primeiras nem nas últimas colocações, as únicas divulgadas.

Outra surpresa é o país onde as pessoas riem com maior frequência: Afeganistão. O local registrou maior percentual de entrevistados que disseram ter sorrido ou gargalhado na véspera, 52%. “Talvez uma prova da capacidade de resistência do espírito humano”, analisa o Gallup. De modo geral, os risos também se concentram na área à esquerda do mapa múndi.

Países onde as pessoas riram ou gargalharam no dia anterior à entrevista

Países onde as pessoas riram ou gargalharam no dia anterior à entrevista. Surpresa: Afeganistão ficou em primeiro

Já Irã, Iraque e Cambodia são os países onde as pessoas experimentam mais emoções negativas no cotidiano. Libéria, Sudão, Uganda, Chipre, Grácia, Togo, Bolívia e Palestina completam a lista, pela ordem. Chamam a atenção as presenças de Grécia e Bolívia, única latina a figurar nesse espectro.

Continua após a publicidade

Ao longo do dia, são os iraquianos os que mais sentem raiva, com percentual de 50%. O índice de entrevistados que afirmam ter sentido estresse, preocupação, tristeza e dor física também estão entre os mais altos identificados pelo estudo.

Sentimentos negativos mais frequêntes nos países identificados em vermelho escuro

Sentimentos negativos mais frequêntes nos países identificados em vermelho escuro

Experiências negativas mais frequêntes nos tons mais escuros

Experiências negativas mais frequêntes nos tons mais intensos

Por Mariana Barros

>> Acompanhe o Cidades sem Fronteiras no Facebook // Siga no Twitter// E no Instagram

 

Continua após a publicidade
Publicidade