Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Cidades sem Fronteiras Por Mariana Barros A cada mês, cinco milhões de pessoas trocam o campo pelo asfalto. Ao final do século seremos a única espécie totalmente urbana do planeta. Conheça aqui os desafios dessa histórica transformação.

Conheça os dez apartamentos mais caros de São Paulo, concentrados em um raio de apenas 2,5 quilômetros

Num raio de apenas 2,5 quilômetros, concentram-se os dez endereços mais caros da maior cidade do país. Embora seja a sexta maior metrópole do mundo e se espalhe por uma gigantesca área de 1.522 quilômetros quadrados, São Paulo tem uma pequena Suíça incrustada num estreito eixo que vai do Morumbi à Vila Nova Conceição, bairros da […]

Por Mariana Barros Atualizado em 31 jul 2020, 03h08 - Publicado em 5 set 2014, 15h50

sp

Num raio de apenas 2,5 quilômetros, concentram-se os dez endereços mais caros da maior cidade do país. Embora seja a sexta maior metrópole do mundo e se espalhe por uma gigantesca área de 1.522 quilômetros quadrados, São Paulo tem uma pequena Suíça incrustada num estreito eixo que vai do Morumbi à Vila Nova Conceição, bairros da Zona Sul separados pelo Rio Pinheiros. Não chega nem a 5 quilômetros a maior distância entre esses condomínios de luxo, trecho que pode facilmente ser percorrido a pé. No Rio de Janeiro, como falamos num post anterior, a situação é parecida: os endereços mais caros se localizam num trecho de quatro quilômetros. O levantamento foi feito pela empresa de informações imobiliárias 123i com base no valor do metro quadrado e na metragem desses imóveis.

Localizados em ruas bem arborizadas de São Paulo, esses edifícios de altíssimo padrão costumam ter um estilo inspirado no neoclássico e assumem um porte suntuoso. Dois deles ficam numa mesma praça, a Praça Pereira Coutinho, próxima ao Parque do Ibirapuera. Outros dois estão numa mesma rua do Itaim Bibi, a Leopoldo Couto Magalhães Junior, em meio a restaurantes badalados e escritórios sofisticados da Avenida Faria Lima. A poucos metros dali, localizam-se outros dois condomínios de luxo, entre a Avenida Cidade Jardim e o Clube Pinheiros. Entre os dez mais valiosos, o único endereço do outro lado da marginal fica no Morumbi, com vista para o Parque Alfredo Volpi. E, como não poderia deixar de ser, os Jardins também têm seu representante, um edifício pertinho do Figueira Rubayat, restaurante cartão-postal  que tem uma frondosa árvore centenária no centro do salão.

Veja abaixo quais são os dez endereços mais caros da cidade:

1º) L´Essence VNC
26,4 milhões de reais
Vila Nova Conceição

Os apartamentos, cada um com área de 753 metros quadrados, estão em quinto lugar no ranking dos mais caros do país (os quatro primeiros colocados ficam no Rio de Janeiro, como já falamos aqui).

L´Essence VNC (Imagens Google Street View)

L´Essence VNC (Imagens Google Street View)


2º) L´Essence Jardins
22,3 milhões de reais
Jardins

Foi construído pela mesma incorporadora e na mesma época que o primeiro colocado, a InPar, há cerca de dez anos. O valor do metro quadrado chega a 30 mil reais

L´Essence Jardins

L´Essence Jardins


3º) Franz Shubert
21,6 milhões de reais
Pinheiros

São 621 metros quadrados de área por apartamento e acesso fácil à marginal Pinheiros

Franz Shubert

Franz Shubert

4º) Clemont Ferrant
21 milhões de reais
Vila Nova Conceição

Localizado na Praça Pereira Coutinho, tem valor de 32.110 reais por metro quadrado e um dos únicos, entre os luxuosos, a não reproduzir o estilo neoclássico

Clemont Ferrant

Clemont Ferrant

5º) Chateau Margoux
20 milhões de reais
Vila Nova Conceição

Outro condomínio de luxo da Praça Pereira Coutinho, cada apartamento tem 528 metros quadrados de área, no valor de quase 38.000 reais por metro quadrado

Continua após a publicidade

Chateau Margaux

6º) George Sand
20 milhões de reais
Pinheiros

Empreendimento da São José quase vizinho ao Franz Shubert, da mesma incorporadora. Unidades com 680 metros quadrados

George Sand

George Sand

7º) Parque Alfredo Volpi
18,3 milhões de reais
Morumbi

O único do top ten que fica do outro lado do Rio Pinheiros, é também a maior área da lista: 827 metros quadrados por unidade

Parque Alfredo Volpi

Parque Alfredo Volpi

8º) Chateau Latour
18 milhões de reais
Itaim Bibi

Entregue há apenas quatro anos, tem o metro quadrado avaliado em 27.000 reais

Chateau Latour

Chateau Latour

9º) Frederic Chopin
18 milhões de reais
Pinheiros

Da mesma linhagem do George Sand e do Franz Shubert, tem 585 metros quadrados por unidade

Frederic Chopin

Frederic Chopin

10º) Calla Di Volpe Romazzino
17,4 milhões de reais
Itaim Bibi

O mais baratinho da lista tem metro quadrado no valor de 33 mil reais

Calla Di Volpi Romazzino

Calla Di Volpi Romazzino

Por Mariana Barros

>> Acompanhe os posts do Cidades sem Fronteiras no Facebook // Siga o blog no Twitter

 

Continua após a publicidade
Publicidade