Clique e assine a partir de 9,90/mês
Bahia Por VEJA Correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens baianos.

Oposição a Bolsonaro, Rui Costa quer criar consórcio no Nordeste

A ideia é que equipamentos de todas as áreas sejam adquiridos juntos pelos nove estados da região para reduzir custos

Por Rodrigo Daniel Silva - Atualizado em 7 jan 2019, 17h17 - Publicado em 7 jan 2019, 17h11

Oposição ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), defendeu, nesta segunda-feira, 7, criar um consórcio entre estados nordestinos. Segundo a proposta do petista, a ideia é que equipamentos de todas as áreas sejam adquiridos juntos pelos nove estados da região para reduzir custos.

Rui Costa afirmou que a proposta será apresentada na reunião dos governadores, que está prevista para acontecer no final deste mês.

“Será um consórcio nordestino para vários serviços, inclusive, um consórcio nordestino para área de segurança, que pode envolver a compra de equipamentos para uso comum e de aviões para transporte de tropa. Vou pregar que a gente formalize isso de forma permanente através de um instrumento jurídico chamado consórcio”, declarou.

Apesar de ser adversário de Bolsonaro, Rui afirmou, na semana passada, que quer ajudar o governo do capitão reformado. “Vou torcer para o Brasil encontrar o seu caminho, para retomar o economia, e as coisas darem certo. O que eu puder ajudar, como cidadão brasileiro e governador, farei, porque ajudando o Brasil estamos ajudando os 200 milhões de brasileiros”, afirmou.

Publicidade