Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Zé de Abreu não precisa de script para se comportar como cafajeste

O coadjuvante canastrão é canalha também na vida real

Por Augusto Nunes - Atualizado em 8 fev 2020, 08h02 - Publicado em 8 fev 2020, 07h02

A sordidez dos ataques a Regina Duarte confirma que o canastrão José de Abreu é canalha em tempo integral. Coadjuvante desde o berçário, ele nunca conseguiu beijar a protagonista da história exibida no cinema ou na tevê.

Nos últimos anos tem sido sempre ele o cafajeste da novela. Como é cafajeste também na vida real, nem precisa de script ou de instruções quando vai gravar alguma cena.

Basta que os diretores repitam a mesma frase: Seja você mesmo, Zé de Abreu.

Publicidade