Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vidente meia-boca

“Com tanta antecedência, só se eu fosse vidente para saber”. Marta Suplicy, na entrevista ao Estadão, ao lhe perguntarem se pretende ser candidata ao governo de São Paulo em 2014. “É Dilma. Não tem dúvida”. Marta Suplicy, na entrevista ao Estadão, ao lhe perguntarem quem disputará a Presidência pelo PT em 2014.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 12h47 - Publicado em 19 fev 2011, 21h33

“Com tanta antecedência, só se eu fosse vidente para saber”.

Marta Suplicy, na entrevista ao Estadão, ao lhe perguntarem se pretende ser candidata ao governo de São Paulo em 2014.

“É Dilma. Não tem dúvida”.

Marta Suplicy, na entrevista ao Estadão, ao lhe perguntarem quem disputará a Presidência pelo PT em 2014.

Publicidade