Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vício insanável

“Quem toma essa decisão é o plenário, por voto secreto. Só quem pode cassar mandatos de quem foi legitimamente eleito pelo povo são outros parlamentares legitimamente eleitos pelo povo”. Marco Maia, presidente da Câmara, nesta quinta-feira, explicando que, como é eleito pelo povo, qualquer deputado pode até vender a mãe, matar o pai e alugar […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 07h10 - Publicado em 21 dez 2012, 05h11

“Quem toma essa decisão é o plenário, por voto secreto. Só quem pode cassar mandatos de quem foi legitimamente eleito pelo povo são outros parlamentares legitimamente eleitos pelo povo”.

Marco Maia, presidente da Câmara, nesta quinta-feira, explicando que, como é eleito pelo povo, qualquer deputado pode até vender a mãe, matar o pai e alugar a avó sem se arriscar a ser punido pela turma da Mansão dos Horrores porque o voto é secreto e, como ensinou o colega Edmar Moreira, “o Legislativo tem o vício insanável da amizade”.

Publicidade