Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vejam o que acha o ministro Dias Toffoli de jornalistas que ousam criticar o que faz

Sem saber que o alvo dos insultos estava ouvindo o que dizia, José Antonio Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal, despejou na madrugada de sábado, em conversa com um amigo, uma cachoeira de palavrões impublicáveis sobre o jornalista Ricardo Noblat. O texto publicado no Blog do Noblat revela o que pensa o ministro de […]

Sem saber que o alvo dos insultos estava ouvindo o que dizia, José Antonio Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal, despejou na madrugada de sábado, em conversa com um amigo, uma cachoeira de palavrões impublicáveis sobre o jornalista Ricardo Noblat. O texto publicado no Blog do Noblat revela o que pensa o ministro de quem ousa criticá-lo.

A partir de 1994, Toffoli foi assessor jurídico do PT, da bancada do partido na Câmara dos Deputados, de três campanhas eleitorais comandadas por Lula e da Casa Civil chefiada por José Dirceu. Virou advogado-geral da União e, como prêmio pelos serviços prestados aos companheiros, ganhou uma vaga no STF.

Leiam o que Toffoli diz. Confiram a linguagem de cortiço usada por um ministro do Supremo nomeado por Lula. Contemplem uma alma atormentada pela insegurança dos medíocres e por ressentimentos juvenis. O episódio é só mais uma prova de que o bacharel nascido e criado no ninho mais detestável do PT está irremediavelmente despreparado para o cargo que ocupa.

Falta-lhe equilíbrio para apitar uma partida de futebol amador. Falta-lhe moderação até para arbitrar uma disputa de bolinha de gude. Falta-lhe competência para deliberar sobre um jogo de videogame. Mas é juiz do Supremo. Mais: há dias, decidiu liberar-se para participar do julgamento do mensalão e absolver os parceiros que lhe garantiram o empregão.

É o Brasil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Denise

    Caro Augusto Nunes!
    //
    O Noblat já foi petista de carteirinha, acho que uma vez ele mencionou que seu filho ainda é, mas, já faz algum tempo, parece que ele desembarcou deste barco furado!
    ////
    Ele tem produzido excelentes textos bastante críticos ao PT e ao Lula – daí a ira do Ministro Toffoli, que acredito ser também a de todos os principais figurões do partido! O site dele é um dos mais visitados, portanto, sinceramente, ele não precisaria se utilizar deste recurso para aparecer! No entanto, acho que foi uma espécie de vingança da parte dele. Como foi xingado aos gritos para todos ouvirem, ele resolveu gritar a sua maneira, ou seja, colocar no seu blog para que todos vejam o nível de vulgaridade do ministro Toffoli!
    ////
    Gosto do blog do Noblat pela diversidade das informações e por ser também um site cultural (poesia, pintura, música, vídeos, etc). Mas concordo com alguns leitores quando reclamam de uma certa vontade de agradar ao Partido ao dar voz a tipos como o Dirceu e o Marcos Coimbra, da Carta Capital, revista que seria chapa branca, mas que de tão suja, poderia ser também chapa preta!!!!
    //
    Eventualmente, ele vai ter que se dar conta que não dá para agradar a dois senhores: ao PT e à decência!
    ///
    De qualquer modo, você fez muito bem em dar destaque ao caso, porque assim, a falta de preparo do Ministro fica ainda mais evidente!
    Um abraço
    Denise

    Curtir

  2. Comentado por:

    Luis R N Ferreira

    Independente de qualquer comentário de fim de festa, o que desqualifica DiasTóffoli foi o fato dele aceitar participar do julgamento do Mensalão. Ricardo Noblat apenas deu curso a uma opinião quase generalizada de que o ministro não tinha condições de se colocar como julgador daquele processo. O ministro, com sua atitude, desperta a desconfiança de que está naquela Suprema Corte servindo a interesses subalternos de quem o colocou lá. Bola cantada por Augusto Nunes em outubro de 2009.

    Curtir

  3. Comentado por:

    veiaco

    E tem gente que acredita que o julgamento do mensalão será o julgamento do judiciário brasileiro. Pelo visto Toffoli já julgou. Se os outros ministros admitem e aprovam a conduta de um lorpa desses são coniventes.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Reynaldo-BH

    Então podemos combinar?
    OK, neste caso – para evitar mais controvérsias – são dois fdp´s. (Mesmo não concordando – e deixo claro – admitamos como verdade).
    O que isto me afeta?
    O primeiro fdp tenho as armas para dele me proteger, se for o caso. Não o lerei. Evitarei o blog e colunas impressas.
    Como faço com PHA, Nassif e até o Veríssimo Filho que desonra o pai. Pronto!
    Estou salvo DESTE fdp!
    E quanto ao outro?
    Este pode: me prender, definir meus direitos, mudar o país, manter a roubalheira, continuar a ser chamado de Excelência e me afrontando com a simples indicação que obteve por meios imorais.
    Resta um ponto: o jornalista mentiu?
    Respondendo – fato raro! – a um comentário de Pedro Luiz Moreira Lima no blog de Ricardo Setti, o próprio jornalista em questão afirma que tem sim testemunhas das ofensas que foram a ele dirigidas.
    Por fim, não consigo dar o direito (natural) ao um minitro do STF, a quem se EXIGE probidade, educação, sensibilidade, sensatez e decência o uso de expressões como p* doce ou “me chupa”!
    A diferença entre um ministro do STF e um bispo ou cardeal é inexistente. Ambos fazem do comportamento de vida o bem maior no qual se ergue a própria credibilidade.
    Que Toffoli nunca teve.
    Ficamos assim: o jornalista é um fdp!
    O ministro, outro!
    Um não me diz respeito e eu posso, democraticamente, ignorá-lo.
    O outro, não consigo. Pois faz parte de um poder no qual entrego minhas esperanças de ser o freio necessário às sandices do poder central.
    Cito sempre o comportamento de milicianos – que certamente sei que nunca será o caso aqui discutido! – que discutem o carteiro e esquecem-se da carta. Tacam o mensageiro e não focam na mensagem.
    Não estaríamos – dolorosamente – incorrendo no mesmo equívoco?
    Abraços a todos com minha permanente e inabalável admiração!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Luiz Fernando Mendes de Santana

    Prezado,
    Temos que dar crédito e valor a nobre atitude do Sr. Noblat.
    Eticamente irrepreensível.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Brasilino Brasa

    Desde que o mundo é mundo, que o que é certo é certo e o que é errado, jamais será o certo. Caso tenha o Sr Ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, dito isto publicado no Blog e não seja uma alucinação auditiva do autor, isso apenas demonstra que a lógica e razão caminham juntas e unidas. O grande fato é que quando as leis e as Instituições deste país forem dignas do tamanho e importância do Brasil no contexto mundial, todos ganham, até quem não for brasileiro. Mandato vitalício é para ditaduras e não democracias e o Poder Judiciário não pode ter como mandatário, o Chefe do Executivo. O resultado deste erro, assistimos a muitos anos de vexames muito piores do que este, que ficarão escritos na história deste país. Coisa de moleque não de autoridade.

    Curtir

  7. Comentado por:

    marcos

    Não entendi,voces tiraram o meu comentário e, mandaram pra direção da revista ,porque?eu acho que mereço uma explicação.
    Marcos, meu caro, as regras do site determinam que comentários sobre a edição impressa sejam encaminhados à direção da revista. abração

    Curtir

  8. Comentado por:

    Oliver

    AUGUSTO
    Me permite a réplica ? Já contei aqui o caso de uma pessoa de minha família que conversa com o fogão. Quando a gente indaga diretamente o que ela está dizendo, ela simplesmente se defende afirmando que está conversando com o fogão. Inoportuno sou eu, que insisto em conversar com ela na primeira pessoa, hehehe. Lógico que é uma metáfora pesada para a minha habitual admiração ao texto do nosso Rey de Belzonte, hehehe. Ela é sincera, caro BH. Perco o amigo mas não perco a piada. Sei, por caminhos tortuosos que não vem ao caso, de sua admiração pelo velho Nobraite, meu amigo. Não precisa explicar isso. Eu, por exemplo, gosto da Carminha. Cada um com seu cada um. Você sabe, e eu também sei, que o problema não se restringe a uma opção pessoal. Se você não gosta de uma novela, por exemplo, você muda de canal e pronto. Não dá pra fazer a mesma coisa com um jornalista vivo; qual é ? Eu não frequento o espaço do platinado há muito tempo, desde eu que tinha mais espaço por lá que tenho por aqui, por exemplo. Mas o cara e suas bravatas vieram parar aqui, neste espaço. Pleiteando a pecha de ser tratado como um igual, de igual teor de civismo e indignação. Não é assim tão simples como você está supondo; eu o deletei há muito tempo; ele, no entanto, continua muito vivo, fingindo ser um anão de jardim com lápis e papel na mão. Fala sério. Ninguém aqui está escamoteando o principal, nem defendendo o indefensável. Equívoco é acreditar que um jornalista publica uma montanha de palavrões da boca de um magistrado e a gente fica aqui pensando que ele está prestando um grande serviço à pátria. Que virou nosso aliado. Que sua forma de fazer jornalismo, cheio de cacos e conveniências do tipo: “Ele olhou para lado, suspirou longamente, coçou a bola esquerda e deu um murro na mesa – Temos que negar o mensalão – afirmou o presidente entre lágrimas.” Qual é ? Você acredita nisso ? Acredita nele ? Acredita nas intenções dele ? Infelizmente, nem eu nem você podemos ignorá-lo, meu caro. Você pela sua inabalável confiança nele. Eu, pela minha inabalável desconfiança. E ele, por dar com seus costados cheios de estrelinhas vermelhas num espaço que, supostamente, é habitado por pessoas de bem. Só me misturo com esses tipos por razões profissionais, meu amigo. Você nunca vai me ver defendendo o que não tem defesa. E sim, ambos lhes dizem respeito sim senhor. Você não pode, democraticamente, ignorar nenhum dos dois, sob o risco de viver numa democracia pela metade. Só a metade que lhe interessa. Abraços a todos.

    Curtir

  9. Comentado por:

    André

    A INFLAÇÃO DISPAROU. O ROMBO NAS CONTAS PÚBLICAS CHEGA A 2,3 TRILHÕES. A INDÚSTRIA ESTÁ ENCOLHENDO E A INFRAESTRUTURA, DERRETENDO. O CRESCIMENTO DO PIB É ZERO E NUNCA SE PAGOU TANTO IMPOSTO NO PAÍS. SAÚDE, EDUCAÇÃO, ESTRADAS, AEROPORTOS, FERROVIAS E RODOVIAS ESTÃO AOS FRANGALHOS. NUNCA HOUVE TANTO ROUBO E TANTA CORRUPÇÃO: HÁ 10 ANOS, DESDE A INSTALAÇÃO DA DITADURA ESQUERDOPATA PETRALLHA, SOMOS SAQUEADOS EM 85 BILHÕES POR ANO. TEMOS O MINISTÉRIO MAIS INCHADO, PERDULÁRIO E INCOMPETENTE DE NOSSA HISTÓRIA. O PAÍS ESTÁ PARALISADO POR GREVES EM TODO O SERVIÇO PÚBLICO E A CRISE ECONÔMICA MUNDIAL NOS ASSOMBRA. E AINDA POR CIMA, NÃO BASTASSEM TANTAS CATÁSTROFES, SOMOS DESGOVERNADOS POR UM POSTE DESPREPARADO, TRAPALHÃO, ARROGANTE, OLIGOFRÊNICO E QUE, A RIGOR, NÃO PODERIA SEQUER DIRIGIR UM CARRINHO DE PIPOCAS…. E ENTÃO EU PERGUNTO: O BRASILEIRO AINDA ESTÁ RINDO DE QUÊ???…. ACORDEM, BRASILEIROS! … PT NUNCA MAIS!

    Curtir

  10. Comentado por:

    André

    PRIVATARIA PETRALLHA! … UÉÉÉ…. NÃO FORAM A SEITA SATÂNICA, LULLALAU E DILLMA QUE PASSARAM 10 ANOS VOCIFERANDO CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES DO GOVERNO FHC QUE SALVARAM O PAÍS??? …. NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO… AGORA, NO DESESPERO DO ABISMO EM QUE NOS ENFIARAM, OS PETRALLHAS SAEM PRIVATIZANDO TUDO,,,,,,, BEM FEITO! CHUPA ESSA MANGA, DILLMA BUCÉFALLA! CHUPEM ESSA MANGA, PETRALLHAS!

    Curtir