Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vale a pena ler de novo (5)

“A situação na Europa tem se deteriorado nas últimas semanas, e as pessoas ficam se perguntando: ‘Como é que fica o Brasil?’ O Brasil fica muito bem”. Dilma Rousseff, em 21 de maio deste ano, durante uma discurseira em Laguna (SC), revelando que o legado do padrinho incluiu a curiosa forma de miopia que induz […]

Por Augusto Nunes - Atualizado em 18 fev 2017, 14h48 - Publicado em 9 jul 2012, 23h27

“A situação na Europa tem se deteriorado nas últimas semanas, e as pessoas ficam se perguntando: ‘Como é que fica o Brasil?’ O Brasil fica muito bem”.

Dilma Rousseff, em 21 de maio deste ano, durante uma discurseira em Laguna (SC), revelando que o legado do padrinho incluiu a curiosa forma de miopia que induz o portador a confundir tsunami com marolinha.

Publicidade