Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

UOL explica que Dilma disse ‘funhanhado’ e Celso Arnaldo desvenda mais um mistério

Exatamente às 18h20, o UOL publicou um dos melhores Erramos da história do jornalismo: “Diferentemente do publicado (…) a petista disse funhanhado e não afunhunhado”. Sempre atento, o jornalista Celso Arnaldo resolveu entrar na história, capturou o vídeo, ouviu o que disseram as partes envolvidas e enviou à coluna o seguinte relato: A palavra funhanhado […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 15h07 - Publicado em 8 jun 2010, 21h17

Exatamente às 18h20, o UOL publicou um dos melhores Erramos da história do jornalismo: “Diferentemente do publicado (…) a petista disse funhanhado e não afunhunhado”. Sempre atento, o jornalista Celso Arnaldo resolveu entrar na história, capturou o vídeo, ouviu o que disseram as partes envolvidas e enviou à coluna o seguinte relato:

A palavra funhanhado não está dicionarizada, mas, se não me engano, há em Ubatuba, ou na região, um Morro do Funhanhado, e já vi a palavra no sentido de amasiado: “Sicrano está funhanhado com fulana”. E também no de “estragado, leso”

Escutei um trechinho da entrevista de Dilma à Rádio Planeta Diário, de São José dos Campos, onde ela funhanhou. A gravação está muito ruim e as vozes se atropelam. Deu para perceber, porém, que não foi exatamente ela quem se saiu com essa expressão tão republicana. Dilma não domina nenhum nível do idioma — nem o culto, nem o popular, nem os intermediários.

Na gravação que ouvi, Dilma apenas repetiu, deslumbrada, o que o entrevistador, um sujeito de poucas e abusadas letras, afirmou, referindo-se ao fato de Obama ter chamado Lula de “o cara”, deixando os outros presidentes com “cara de ué” e “funhanhados”.

Dilma gostou dos dois brasileirismos, aparentemente mineiros: “Cara de ué: essa eu vou usar. E como é esse negócio de funhanhado? Funhanhado, funhanhado, cara de ué e funhanhado”.

Nasceram aí, nesta entrevista, a 301ª e a 302ª entradas do vocabulário de Dilma. Pode crer que ela as repetirá Brasil afora.

Essa é a candidatura mais funhanhada da história. Funhanhada com a ignorância, a empulhação e a impostura.

Como sempre, o grande caçador de cretinices liquidou o assunto.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/747284-dilma-diz-que-antes-de-lula-brasil-estava-funhanhado.shtml

Continua após a publicidade
Publicidade