Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Uma coisa é uma coisa

“Eu empurrei ele por baixo, sim. Empurrei ele por baixo. Se eu dou um soco nele, eu o desmonto. Boto ele no chão para dormir três dias. Agressão não houve”. Jair Bolsonaro, deputado federal do PP fluminense, sobre o empurrão que deu no senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) durante a entrada da comitiva da Comissão da Verdade […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 05h20 - Publicado em 23 set 2013, 22h38

“Eu empurrei ele por baixo, sim. Empurrei ele por baixo. Se eu dou um soco nele, eu o desmonto. Boto ele no chão para dormir três dias. Agressão não houve”.

Jair Bolsonaro, deputado federal do PP fluminense, sobre o empurrão que deu no senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) durante a entrada da comitiva da Comissão da Verdade no 1º Batalhão de Polícia do Exército, onde funcionava o DOI-Codi, explicando que empurrar e agredir são coisas completamente diferentes.

Publicidade