Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Um vídeo mostra que o Brasil inventado pelo “governo das conquistas trabalhistas” nunca chegou ao bolso dos trabalhadores

A cesta básica em São Paulo custa cerca de R$ 360, ou metade de um salário mínimo (R$ 724). Nos Estados Unidos, onde o salário mínimo gira em torno de US$ 1.280, os mesmos produtos (nas mesmas quantidades) não chegam a 10% desse valor. Enquanto os americanos desembolsam 13 salários para comprar um Ford Focus, […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 03h55 - Publicado em 5 Maio 2014, 19h44

A cesta básica em São Paulo custa cerca de R$ 360, ou metade de um salário mínimo (R$ 724). Nos Estados Unidos, onde o salário mínimo gira em torno de US$ 1.280, os mesmos produtos (nas mesmas quantidades) não chegam a 10% desse valor.

Enquanto os americanos desembolsam 13 salários para comprar um Ford Focus, os brasileiros pagam 90 salários pelo mesmo veículo. E a carteira de motorista, que nos EUA sai por US$ 36, no Brasil não custa menos de R$ 1.200.

Esses são alguns dos numerosos dados apresentados no vídeo Brasil, the country of de future (Brasil, o país do futuro), de Carlinhos Troll, autor do também imperdível Fifa World Cup 2014 – The real Brasil (Copa do mundo Fifa 2014 – O Brasil real). Em pouco mais de cinco minutos, o desfile de cifras e informações escancara a obviedade: o Brasil inventado pelo “governo dos direitos e das conquistas trabalhistas, que encontra caminhos para melhorar a vida dos que vivem do suor do seu trabalho”, como proclamou Dilma Rousseff no pronunciamento do Dia do Trabalho, nunca chegou ao bolso dos trabalhadores.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=JTCgiuTjKC8?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=425&h=344%5D

Continua após a publicidade
Publicidade