Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Um Jânio sem circunflexo

“Os que mais exibem susto e medo, e recuam com apelos à tolerância dos apoiadores de Lula, são os que mais incitaram a atitudes de ódio e provocação, de desafio e humilhações. O juiz Sérgio Moro despertou, sem pretendê-lo, certa altivez em um lado e covardia no outro”. Janio de Freitas, num trecho de sua […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 30 jul 2020, 23h17 - Publicado em 13 mar 2016, 19h47

“Os que mais exibem susto e medo, e recuam com apelos à tolerância dos apoiadores de Lula, são os que mais incitaram a atitudes de ódio e provocação, de desafio e humilhações. O juiz Sérgio Moro despertou, sem pretendê-lo, certa altivez em um lado e covardia no outro”.

Janio de Freitas, num trecho de sua coluna na Folha deste domingo, garantindo que a maioria de brasileiros decentes morre de medo dos devotos do lulopetismo agonizante, que foi FHC quem dividiu o país em “nós” e “eles” e que o juiz Sérgio Moro, ao aplicar a lei a Lula, despertou a altivez dos cúmplices de quadrilheiros e espalhou uma epidemia de pusilanimidade entre os milhões de indignados que acabam de anunciar nas ruas o fim da Era da Canalhice.

Publicidade