Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Se Erenice perdesse a cabeça, a de Dilma poderia ser servida na bandeja seguinte

Para quem vê as coisas como as coisas são, Erenice Guerra é uma militante do PT que, homiziada na cúpula do ministério mais importante da República, tratou de ganhar dinheiro sujo como gerente e coiteira da quadrilha formada por parentes. Ponto. Se fosse personagem de algum seriado policial da TV americana, já teria ouvido há […]

Para quem vê as coisas como as coisas são, Erenice Guerra é uma militante do PT que, homiziada na cúpula do ministério mais importante da República, tratou de ganhar dinheiro sujo como gerente e coiteira da quadrilha formada por parentes. Ponto. Se fosse personagem de algum seriado policial da TV americana, já teria ouvido há muito tempo a leitura dos seus direitos pelo detetive que escalado para algemá-la pelas costas. Como Erenice existe no Brasil, aguarda em sossego a condenação à liberdade em última instância.

Enquanto contempla entre bocejos o ritual das sindicâncias de araque e das investigações simuladas, exerce o direito de ir e vir para circular por Brasília com a pose de quem foi convidada até para a confraternização de fim de governo dos ministros de Lula, até para a festa de posse de Dilma Rousseff. Talvez fosse mais discreta se o prontuário só registrasse o que fez em parceria com a família. Esbanja arrogância por confiar na força que vem das patifarias cometidas em parceria com Dilma Rousseff.

Em fevereiro de 2008, para desviar do Planalto os holofotes que iluminavam a farra dos cartões corporativos, o presidente Lula encomendou a Dilma um dossiê que transformasse Fernando Henrique e Ruth Cardoso no mais perdulário dos casais. A chefe da Casa Civil repassou o serviço à companheira que acumulava as funções de braço direito, melhor amiga e confidente. Pilhada em flagrante, Dilma negou a maternidade da sordidez. Se não for tratada com a devida gentileza, Erenice pode ser induzida a contar o que sabe. Ela tem temperamento esquentado, dizem os amigos.

Em outubro de 2008, a superassessora foi encarregada por Dilma de agendar uma conversa reservada com Lina Vieira, secretária da Receita Federal.  Em agosto de 2009, numa entrevista à Folha, Lina revelou que durante o encontro, ocorrido em 9 de outubro, foi pressionada para “agilizar” a auditoria em curso nas empresas da família Sarney. Tradução: convinha esquecer o caso. Como fez de conta que não entendeu a ordem de Dilma, foi demitida por honestidade. Dilma jurou que a conversa não houve.

Em mais de um depoimento, sem incorrer em qualquer contradição, Lina reproduziu o diálogo de alta voltagem, descreveu a cena do crime, até detalhou o figurino usado pela protetora de Fernando Sarney. Dilma continuou agarrada ao desmentido. Se lhe forem negadas as mesuras e atenções que tem recebido, Erenice pode sucumbir à tentação de contar o que sabe. Como no caso do dossiê contra Fernando Henrique e Ruth Cardoso, Dilma não resistiria à profusão de detalhes armazenados na memória da comparsa. E o país saberia que é governado por uma serial killer da verdade.

Esses cadáveres no armário comum transformaram Dilma Rousseff e Erenice Guerra em xifópagas morais. Não há como separá-las sem ameaçar a sobrevivência das duas. Se Erenice for decapitada, a  cabeça de Dilma poderá ser servida na bandeja seguinte. Proibida de afastar-se da cúmplice, instada a prorrogar por quatro anos a impunidade dos corruptos de estimação, a presidente terá de prosseguir a obra mais repulsiva de Lula: o esforço pela revogação definitiva da ética na política.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Zê Abdalla

    Eu nunca vi tanta gente manipulada,cega,preconceituosa,pretensiosa,infeliz,despeitada,metida a besta,e muitas outras coisas assim !

    Curtir

  2. Comentado por:

    Enio

    Serra faz ameaças e detém escândalo do Tietê
    É o bodeveioecabritinha de novo. Ele está dizendo que o escândalo foi detido pelo Serra. Não informou se continua preso ou já foi solto.

    Curtir

  3. Comentado por:

    luiz antonio – rj

    Voce deu a impressão de que a mentirosa contumaz está a contragosto no continuísmo da safadeza. Ela o faz com prazer. Infelizmente a obra mais repulsiva do lula já está consolidada. A falta de ética, a certeza da impunidade, o patrimonialismo exacerbado permeiam toda a representação política, do menor municipio até o mais alto escalão da república. Olha só, que estão transformando a Vale em uma nova Petrobrás. Vão começar o saque em muito breve. A luz do fim do túnel está cada vez menor, mais distante. Acorda , oposição de m…!

    Impressão errada. Digo que ela é cúmplice o tempo todo. E que nem se quisesse conseguiria afastar-se. Mas não acho que ela queira, nem disse isso. abraços

    Curtir

  4. Comentado por:

    fafa

    Agusto, sou leitora de sua coluna, embora mantenha opiniões diametralmente opostas à maioria das suas.
    Então queria colocar uma questão de ordem. Vejo que não só os comentaristas “petistas” escrevem errado, os “demo-tucanos” também o fazem. Então, porque voce, seletivamente, só corrige os nossos erros de portugues? Barram nossos comentários com a justificativa de que estamos assassinando a lingua portuguesa, mas aceita grandes “equívocos” dos demo-tucanos? Você deveria manter um único peso e medida já que afirma não ser de nenhum partido.
    Boa noite.
    Não tenho tempo para corrigir todos os erros que vejo. Só corrijo quem quer corrigir o que escrevo com teses imbecis de petralha. Mas desisti de corrigir você, fafa. Você erra até meu nome.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Paulo D’Oliveira

    …Que tristeza essa que se abate sobre nossas cabeças, até quando o pt vai trepudiar no Brasil…que tristeza.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Guilherme (Guirma)

    Estou errado porquê? (meu Deus ele vai me corrigir!!!) …
    Acertou, miliciano. Você assassinou o português de novo. Esse “porquê” é separado. Escreva 200 vezes a pergunta certa: “Estou errado por quê?”
    Antes de aprender essas coisas de jardim da infância, melhor ficar longe daqui.

    Curtir