Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Vanguarda é isso aí

Presidente do PT avisa que o partido vai mudar para continuar exatamente igual

Por Augusto Nunes 25 jan 2017, 10h07

“O golpe que depôs a presidenta Dilma Rousseff obriga-nos a um duplo empreendimento: recuperar o legado dos treze anos de governo sob direção petista, contra o qual se voltaram as oligarquias locais e seus aliados externos, ao mesmo tempo em que desvendemos debilidades e equívocos que nos levaram à tamanha derrota estratégica, de tal sorte que possamos traçar uma linha política e organizativa que dê resposta ao novo período da luta de classes”

Rui Falcão, presidente do PT, ao explicar que o 6º Congresso do partido pretende reinventar e renovar o discurso da legenda lançando a candidatura de Lula à Presidência, denunciando o golpe das oligarquias contra Dilma Rousseff e pregando a luta de classes, com uma bandeira com a imagem de Che Guevara ao fundo.

 

Publicidade