Clique e assine com até 92% de desconto
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Torturador do idioma (2)

Collor pode ser transferido do mausoléu da Academia Alagoana de Letras para a cova rasa dos líderes da bancada do cangaço

Por Augusto Nunes 15 out 2019, 20h24

“É preciso dar um basta nessa irresponsabilidade acusatória. O processo penal não pode se converter em instrumento de arbítrio estatal, tampouco de palanque a serviço de conveniência autopromocional, de inquisidores ocasionais e justiceiros de plantão”. (Fernando Collor, senador do PROS de Alagoas, ao criticar na tribuna do Senado a operação da PF que apura seu envolvimento em esquema de lavagem de dinheiro, numa linguagem tão ridiculamente pomposa que ressuscitou o movimento que pretende transferi-lo do mausoléu da Academia Alagoana de Letras para a cova rasa dos imortais da bancada do cangaço)

Publicidade