Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Surto de sinceridade (16)

Jorge Viana qualifica de ‘vexatória’ a situação a que o Brasil foi reduzido pelo seu partido

Por Augusto Nunes - 11 Dec 2018, 07h12

Estamos falando de dois milhões de pessoas que precisam viver com cerca de 400 reais por mês. Temos quase 40 milhões de brasileiros perambulando pelas ruas para sobreviver, fora do mercado de trabalho. Estão sobrevivendo nas esquinas vendendo pães, pizzas, pegando sobras em supermercados. É uma situação vexatória”. (Jorge Viana, senador do PT do Acre derrotado na tentativa de reeleger-se, ao comentar o mais recente levantamento do IBGE, que constatou o aumento de brasileiros em situação de extrema pobreza em 2017, resumindo o estrago provocado nos anos em que seu partido governou o Brasil)

Publicidade