Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Solução bandida

Maria do Rosário explica que no tempo de Lula só não eram respeitados o Código Penal, os cofres públicos, a ética e a moral

“#NoTempoDoLula o Brasil era mais feliz. As pessoas tinham emprego, a cidadania e os direitos sociais eram respeitados e o governo tinha um projeto de desenvolvimento nacional. O Brasil merece ser feliz novamente. #ForaBolsonaro”. (Maria do Rosário, deputada federal pelo PT do Rio Grande do Sul, conhecida pelo codinome Solução no Departamento de Propinas da Odebrecht, no Twitter, garantindo que no tempo do Lula tudo era respeitado, menos o Código Penal, os cofres públicos, o dinheiro dos pagadores de impostos, a ética, a moral e os bons costumes)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. carlos moura

    Não há dúvida que os petistas e simpatizantes que perderam as mamatas estão bastante tristes! Muitos se mostram devotados tementes ao futuro que se aproxima!

    Curtir

  2. jose monteiro

    Bye bye, esquerda nunca mais.

    Curtir

  3. Geraldo Pereira

    No Brasil atual (e futuro também!) não há mais espaço pra vocês não, seus PTralhas malditos.

    Curtir

  4. Paulo Bandarra

    É, assim fica um mistério porque quebraram o país.

    Curtir

  5. Paulo Bandarra

    Vai ver foi o aquecimento global.

    Curtir