Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Poste malandro (2)

Haddad quer que Moro prenda quem vazou dados sigilosos sobre o marido do especialista em vazamentos criminosos

Por Augusto Nunes - 15 set 2019, 17h28

“O episódio mais importante foi o vazamento de dados da movimentação bancária do deputado federal David Miranda, marido de Greenwald, sugerindo, subliminarmente, que ele estaria envolvido em práticas pelas quais Flávio e Carlos Bolsonaro são investigados, conhecidas por rachadinha: leia-se, peculato. Moro teria a obrigação funcional de mandar investigar e punir o vazamento de dados bancários do deputado federal David Miranda”. (Fernando Haddad, sem ocupação conhecida desde outubro de 2018, em artigo na Folha, exigindo que o ministro Sergio Moro prenda o responsável pelo vazamento de informações sigilosas sobre David Miranda, marido de Glenn Greenwald, que segundo o declarante tem o direito de negociar e vazar informações criminosas em liberdade)

Publicidade