Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Poste desmemoriado

Dilma Rousseff finge esquecer que foi instalada no Planalto por um ex-presidente presidiário condenado por corrupção

Por Augusto Nunes Atualizado em 20 abr 2019, 15h11 - Publicado em 19 abr 2019, 15h38

“Faz três anos, hoje, que a Câmara dos Deputados, comandada por um deputado condenado por corrupção, aprovou a abertura de um processo de impeachment contra mim, sem que houvesse crime de responsabilidade que justificasse tal decisão. Aquela votação em plenário foi um dos momentos mais infames da história brasileira. Envergonhou o Brasil diante de si mesmo e perante o mundo”. (Dilma Rousseff, em artigo publicado no site Brasil de Fatoomitindo a informação de que a Câmara, “comandada por um deputado condenado por corrupção”, aprovou a abertura de um processo de impeachment contra um poste colocado no Planalto por um ex-presidente presidiário condenado por corrupção)

Publicidade