Clique e assine com 88% de desconto
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Mundo cruel

Manuela d'Ávila não revela se pretende asilar-se em Cuba, na Venezuela, na Coreia do Norte ou no interior do Piauí

Por Augusto Nunes - 28 nov 2018, 20h22

O que vem no Brasil é difícil. Serão anos muito mais cruéis e muito mais privatizadores do que aqueles que vivemos com Fernando Henrique Cardoso. Bolsonaro fará coisas que não vimos”. (Manuela d’Ávila, a mais conhecida sobrevivente do PCdoB, em entrevista ao jornal argentino Página 12, sem revelar se pretende asilar-se em Cuba, na Venezuela, na Coreia do Norte ou no interior do Piauí, a convite do governador petista Wellington Dias)

Publicidade