Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Haja safadezas

Jaques Wagner garante que o maior esquema corrupto da história poupou uma parte do patrimônio nacional

Por Augusto Nunes - 12 set 2019, 07h15

“Está em curso um ataque ao conteúdo nacional, desmonte do nosso patrimônio e desnacionalização de nossas empresas, justificados por falsas polêmicas e por uma suposta austeridade para enfrentar a crise. Ocultam o incalculável valor das riquezas, bem como seu potencial estratégico para garantir autonomia ao país”. (Jaques Wagner, senador do PT da Bahia, conhecido pelo codinome Polo no Departamento de Propinas da Odebrecht, em artigo divulgado no site do partido que virou quadrilha, fingindo que o maior esquema corrupto da história poupou do grande assalto aos cofres públicos uma parte do patrimônio nacional só para que o novo governo tivesse alguma coisa a entregar aos cruéis capitalistas estrangeiros)

Publicidade