Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Faroeste à brasileira (5)

Renan confirma que nos filmes do Cine Brasil, inaugurado pela quadrilha de Lula, é o vilão que persegue o mocinho

Por Augusto Nunes - Atualizado em 17 set 2020, 17h16 - Publicado em 6 set 2020, 10h01

“O banimento do Deltan Dallagnol da Lava Jato era inevitável. As transgressões são constrangedoras: foi parcial, perseguiu, usou o MP para fazer política. A saída, pelos fundos, é tentativa inútil de reduzir o vexame. Fará companhia a Sergio Moro no grupo dos insignificantes”. (Renan Calheiros, senador do MDB de Alagoas, conhecido pelo codinome Justiça no Departamento de Propinas da Odebrecht, no Twitter, confirmando que, no faroeste à brasileira que Lula e seus comparsas inventaram, é o bandido que tenta prender o xerife)

Publicidade