Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Drácula do bem

Senador petista jura que foi para alcançar a paz mundial que Lula apoiou assassinos patológicos

Por Augusto Nunes - 10 jan 2020, 16h22

“Houve um tempo em que o Brasil agia decisivamente como indutor da paz mundial. Lula era presidente e Celso Amorim, seu chanceler”. (Humberto Costa, senador do PT de Pernambuco, conhecido pelo codinome Drácula no Departamento de Propinas da Odebrecht, revelando que Mahmoud Ahmadinejad, Muamar Kadafi, Teodoro Obiang, entre outros governantes bajulados por Lula e Celso Amorim, massacraram oposicionistas para encurtar o caminho que leva à paz mundial)

Publicidade