Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Drácula dissimulado

Humberto Costa finge que não é filiado ao PT, conhece Dilma só de vista e não sabe o que quer dizer “controle social da mídia”

Por Augusto Nunes - 7 mar 2020, 07h22

“O crescimento do PIB foi tão ridículo quanto o ato realizado pelo presidente, que usou a estrutura oficial da Presidência para que um imitador seu distribuísse bananas aos jornalistas. É mais uma agressão inaceitável à imprensa. Ele usou o ridículo para evitar responder a pergunta que não quer calar: cadê o crescimento do PIB no nosso país?”. (Humberto Costa, senador do PT de Pernambuco, conhecido pelo codinome Drácula no Departamento de Propinas da Odebrecht, fingindo esquecer que a taxa média de crescimento do PIB no governo Dilma Rousseff foi de 0,2% no primeiro mandato e que seu partido passou anos agredindo a imprensa ao tentar implantar a censura disfarçada de “controle social da mídia)

Publicidade