Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Democracia petista

Haddad afirma que aceita todas as opiniões, desde que não sejam contrárias ao que pensa

Por Augusto Nunes - Atualizado em 5 dez 2018, 07h19 - Publicado em 5 dez 2018, 07h18

“Eu gosto de ampliar, de conversar, de conhecer. Eu sou zero sectário porque eu acredito que a esquerda sectária nunca vai mudar o mundo. O meu papel, durante o encontro em Vermont, é estimular indivíduos e organizações, inclusive partidos brasileiros, a aderir a iniciativa internacional progressista, que ainda não tem um estatuto e ainda não tem uma cara”. (Fernando Haddad, candidato derrotado do PT à Presidência, ao contar como foi o encontro em Vermont com líderes da auto-proclamada esquerda para o lançamento de uma certa Internacional Progressista, afirmando que, embora seja o porta-voz do partido que separou o Brasil em “nós e eles”, não é nada sectário quando fala para alguma plateia que pensa exatamente igual a ele)

Publicidade