Clique e assine com até 92% de desconto
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Brasil do avesso

No faroeste à brasileira, é o bandido que persegue o xerife — mas agora a quadrilha acaba na cadeia

Por Augusto Nunes 30 jul 2019, 07h01

“Que haja o imediato afastamento do ministro Sergio Moro, pelos motivos já indicados. Em qualquer outro país democrático do mundo isso já teria ocorrido, pois está evidente que Moro não se comporta de acordo com a legalidade, insistindo em espantosos abusos de poder. Do mesmo modo, a Lava Jato em Curitiba não pode prosseguir com a atuação do procurador Deltan Dallagnol, à vista do escandaloso acervo de atos ilícitos, a exemplo do comércio de palestras secretas e do conluio ilegal com o então juiz Moro”. (Fernando Haddad, Flávio Dino, Guilherme Boulos, Ricardo Coutinho, Roberto Requião e Sonia Guajajara, em documento que pede o afastamento de Sergio Moro e Deltan Dallagnol, confirmando que, no faroeste à brasileira, é o bandido que persegue o xerife — mas a quadrilha agora acaba na cadeia)

Publicidade