Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Bandidos & bandidos

Rui Costa explica que o governo da Bahia só mantém laços de amizade com meliantes companheiros

Por Augusto Nunes - 19 fev 2020, 15h54

“O governo do Estado da Bahia não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos nem procurados pela Justiça. A Bahia luta contra e não vai tolerar nunca milícias nem bandidagem”. (Rui Costa, governador da Bahia, ao comentar no Twitter a afirmação de Bolsonaro de que a polícia baiana deve responder por queima de arquivo pela morte do miliciano Adriano da Nóbrega, sem esclarecer como um Estado que “não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos” pode continuar mantendo laços de amizade e prestando homenagens a delinquentes do calibre de Lula, José Dirceu e tantos outros companheiros de partido do governador Rui Costa)

Publicidade