Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Dilma voltou!

A doutora em nada explica em dilmês castiço que os vazamentos do Intercept podem ser importantes, irrelevantes ou explosivos

Primeiro, se há… se há vazamento, foi um hacker. Foi um hacker. Mas, se há vazamento, e foi um hacker, o vazamento não tem tanta importância. Se há vazamento, foi um hacker, e o vazamento não tem tanta importância, o que que se faz? Se trata como? Se considera o quê? Ah… num tem, num… num… não podemu levar em conta. Ah, mas se tivermos, se for um vazamento, e tem importância, o que que acontece? Ah, foi em nome do combate à corrupção. Então esse raciocínio é uma bomba atômica em cima do sistema de Justiça desse país. Quem concordar com ele está… está condenando o Estado Democrático”. (Dilma Rousseff, depois de conversar com o ex-presidente presidiário em Curitiba, explicando em dilmês castiço que os vazamentos divulgados pelo site Intercept têm importância mas não têm importância, e podem virar uma bomba atômica se houver corrupção no meio do raciocínio)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Bandarra

    E o povo brasileiro elegeu ela duas vezes. Que povinho!

    Curtir

  2. jose monteiro

    Graças a esta an-ta, houve a ruptura do sistema (claro que não foi o desejado). Senão já estaríamos na Venezuela.

    Curtir

  3. Inacreditável que uma pessoa com esse tipo de argumento possa se eleger duas vezes como presidente de uma nação! Ela nem sabe o que diz!

    Curtir