Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Amante atriz

A ré Gleisi Hoffmann consegue dissertar sobre o papel dos magistrados sem ficar ruborizada

A lei proíbe interferência de juízes em acordos de delação, mas Moro mesmo assim influenciou. Diálogos mostram que o ‘russo’ precisava ser consultado. Papel do magistrado é atestar a legalidade do acordo depois de fechado e não influenciar. Moro moralista sem moral”. (Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidente do PT, revelando que a ré conhecida pelo codinome Amante no Departamento de Propinas da Odebrecht consegue dissertar sobre o papel dos juízes, a moral e os bons costumes sem ficar ruborizada)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Gentil Peres

    Essa mulher falar em moral fica comico

    Curtir

  2. Geraldo Pereira

    Você tem moral para falar de moral, sua apedeuta?

    Curtir

  3. Geraldo Pereira

    E você tem moral para falar de Dr. Sérgio Moro, “muiezinha”?

    Curtir

  4. jose monteiro

    É melhor ler isto que ser cego. Quando vão enjaular essa “Amante” ??

    Curtir