Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ricardo Paes de Barros foi o entrevistado do Roda Viva

Entre outros assuntos, o economista que ajudou a formular a política social do governo Temer tratou de possíveis mudanças no sistema de ensino, no SUS e no Bolsa Família

Por Branca Nunes Atualizado em 30 jul 2020, 22h37 - Publicado em 30 Maio 2016, 15h58

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Z6BDGh4BGic?feature=oembed&w=500&h=281%5D

O convidado do Roda Viva desta segunda-feira foi Ricardo Paes de Barros, economista chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper. Um dos mais respeitados pensadores brasileiros da área de políticas públicas, ele desempenhou papeis relevantes no desenvolvimento dos programas Bolsa Família, Bolsa Escola e Cartão Alimentação. Entre 2011 e 2015, integrou a Secretaria de Assuntos Estratégicos do governo Dilma Rousseff. Com o afastamento da presidente, colaborou na formulação da política social do PMDB que orienta o governo de Michel Temer.

Entre outros assuntos, foram abordadas ao longo do programa, ilustrado pelo cartunista Paulo Caruso e transmitido ao vivo pela TV Cultura, questões ligadas à educação, à saúde, à redução da pobreza e à diminuição das  desigualdades sócio-econômicas. A bancada de entrevistadores reuniu os jornalistas Daniel Gallas (BBC), Alexa Salomão (Estadão), Flávia Lima (Valor), Flávia Yuri Oshima (Época) e Mariana Carneiro (Folha).

Publicidade