Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Renan Calheiros conquista o HSV de outubro e dedica o troféu ao ex (e futuro) colega Eduardo Cunha

O pódio foi completado por Paulo Bernardo, especialista em expropriar dinheiro de aposentados endividados, e Eugênio Aragão, autor da Teoria da Corrupção do Bem

Atualizado às 21h35

RenanHSV

“Dedico o troféu ao ex e futuro colega Eduardo Cunha, figura ilustre da República brasileira que hoje abrilhanta o elenco de figurões da República de Curitiba”, emocionou-se Renan Calheiros ao receber o título de Homem sem Visão de Outubro. “Convivemos amistosamente durante muitos anos e desconfio cada vez mais que nos reencontraremos em breve”. No discurso de vitória, o presidente do Senado também fez questão de citar Renan Filho, atual governador de Alagoas, e o ex-presidente Fernando Collor. “Ajudei a eleger os dois e agora trabalharei para que conquistem também o HSV, um prêmio que, antes de mais nada, é um reconhecimento pelo conjunto da obra de um político que não vê diferenças entre um currículo e um prontuário”.

Desde terça-feira, 1º de novembro, a Comissão Organizadora do HSV tentava, em vão, encontrar Renan Calheiros em seu gabinete. O único funcionário que estava nas dependências do Congresso informou que os parlamentares decidiram tirar uma semana de folga. “Já que o feriado caía na quarta-feira, e como ninguém aqui trabalha segunda e sexta, eles decidiram degolar a terça e a quinta”, justificou o servidor, antes de esclarecer que aparecera por lá porque esquecera o carregador do celular. “Se me pegarem aqui, vou ficar mal no retrato. Eles acham que assim o governo economiza nas contas de água e luz”.

Renan foi localizado numa praia particular de Alagoas, degustando uma batida de caju, e ficou com os olhos marejados ao ser oficialmente informado da excelente performance no HSV. “Num dia o Supremo tenta dar um golpe proibindo que parlamentares com ficha suja ocupem cargos na linha sucessória presidencial”, filosofou. “No outro, ganho este troféu, prova de que ainda existe Justiça nesse país. Assim é a vida pública”.

Com 10.819 votos (72% do total de 15.052 votos), Renan estabeleceu uma ampla vantagem sobre o segundo colocado, Paulo Bernardo (1.457 votos ou 10%), especialista em tungar dinheiro de aposentados endividados. O pódio foi completado por Eugênio Aragão (1.308 votos ou 9%), que culpou a elite conservadora pela derrota. “Eles estão perseguindo o PT até na enquete do HSV”, reclamou o ex-ministro de Dilma Rousseff, autor da Teoria da Corrupção do Bem. Seguiram-se os candidatos Marcelo Freixo (1.093 votos ou 7%), Eduardo Cunha (216 votos ou 1%) e Marcelo Crivella (159 votos, 1%).

Foi mais uma demonstração de patriotismo, discernimento e espírito cívico, leitores-eleitores! E já começou a briga de foice pelo título de Homem sem Visão de Novembro! É a penúltima vaga antes da finalíssima do ano! Lance seu candidato! E que vença o pior!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Hanna

    Estou contente que meu candidato… Renan Canalheiros… venceu o trofeu HSV de outubro… totalmente merecido!! Alias, ja nao consigo mais escrever, ler ou ate ouvir seu nome… na grafia original.. Por algum processo mental inexplicavel.. todas as vezes que me aparece uma foto dele em jornais, revistas, sites… ou a criatura tenta ser natural na televisao… argh… minhas sinapses neuronais imediatamente “gritam”.. em lugar de Calheiros… “Canalheiros”… “Canalheiros” … eh involuntario… eu juro!!
    P.S. Quanto à sua verve neste texto, Augusto, como sempre, està impagavel…
    Um abraço, Hanna.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Phuy

    É por isso que o país afunda mais no atoleiro por pessoas que governam para si e para os seus próximos, perante a visão desses que têm em mente “o resto…, o resto que se dane…”

    Curtir

  3. Comentado por:

    Flávio

    Com a demora do Canalheiros em receber o prêmio eu pensei que ele passaria o ano em branco, apesar dos esforços que fez todos os meses. Eu pensei então que poderíamos fazer uma espécie de repescagem do HSV. O que seria isso? Seria o HSV nº 13. Estariam habilitados os candidatos que tiveram pelo menos 3 indicações no ano, mas não levaram o prêmio em nenhuma ocasião. Assim, todos os bravos que passam o ano tentando encontrar uma asnice pior para se habilitar a esse prêmio estariam ainda melhor representados no grande prêmio final.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Henrique

    O semblante do sujeito já mostra que se trata de um pilantra de primeira grandeza. Sinceramente, menos de 180 anos de cadeia para esse sujeito boçal será injustiça.
    Mas o povo tem culta, porque deveria o povo invadir as galarias do Senado e de lá só sair quando o sujeitinho pilantra renunciasse. E outra parte invadisse as galerias do STF e de lá só saísse quando todos os atuais ministros renunciassem e os novos julgassem e condenassem o pilantra alagoano.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Henrique

    Digo, o povo tem culpa.

    Curtir