Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Reincidente irrecuperável

“É comum ver empreiteiras na lista de doadores”. Sérgio Cabral, via assessoria de imprensa, explicando que o “código de conduta” que criou para vigiar o governador do Rio, depois da descoberta de que é cliente preferencial da AeroEike e da Agência Turística Cavendish, não inclui nenhuma norma sobre “contratos de obras emergenciais” superiores a R$ […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 11h02 - Publicado em 20 ago 2011, 20h16

“É comum ver empreiteiras na lista de doadores”.

Sérgio Cabral, via assessoria de imprensa, explicando que o “código de conduta” que criou para vigiar o governador do Rio, depois da descoberta de que é cliente preferencial da AeroEike e da Agência Turística Cavendish, não inclui nenhuma norma sobre “contratos de obras emergenciais” superiores a R$ 40 milhões com a empresa que ajudou a financiar a campanha da reeleição.

Publicidade