Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Recomeça a vadiagem

“Até sábado a gente tem que trabalhar muito, a gente não pode dar moleza senão os adversários atropelam a gente”. Lula, num comício em São Paulo, comunicando à plateia que, neste domingo, estará de volta à vadiagem a que se dedica desde 1976.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 02h56 - Publicado em 3 out 2014, 21h01

“Até sábado a gente tem que trabalhar muito, a gente não pode dar moleza senão os adversários atropelam a gente”.

Lula, num comício em São Paulo, comunicando à plateia que, neste domingo, estará de volta à vadiagem a que se dedica desde 1976.

Publicidade