Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os fiscais de passeata

Se tem gente na rua se manifestando, quem sou eu pra julgar os motivos?

Por Guilherme Fiúza - 30 maio 2019, 16h13

Guilherme Fiúza (publicado na Forbes Brasil)

O liberal e o democrata se encontraram de novo depois da manifestação de domingo 26:

─ Que mico, hein?

─ Micão. Meia-dúzia de gatos pingados.

Publicidade

─ É. Se tirar aquela multidão de fascista querendo radicalizar na rua, não tinha quase ninguém.

─ Viu como fascista é fingido? Todo mundo em paz, sem xingamento, sem porrada, defendendo reforma…

─ Fazem tudo pra parecer democrata. Me engana que eu gosto.

─ Impressionante: no Brasil inteiro os caras conseguiram disfarçar a onda autoritária.

Publicidade

─ Não me impressiono, não. Isso é milícia treinada, meu caro.

─ Ah, logo vi.

─ Se o chefe manda os milicianos parecerem gente comum, você jura que é povo na rua. Se manda parecer família, os caras botam até criança no meio…

─ Absurdo! Agora que entendi aquela criançada ali. Tudo fachada.

Publicidade

─ Fachada pura.

─ Não seria o caso de uma CPI do abuso da infância pela milícia?

─ Melhor Ministério Público. Conheço um procurador, vou falar com ele.

─ Problema é que demora.

Publicidade

─ O que?

─ O processo.

─ Que processo, maluco? Tem que esperar processo nenhum. Ele bota uma nota no jornal amanhã e pronto.

─ Ah, show. Não dá pra esperar mesmo não. A ditadura tá vindo aí.

Publicidade

─ Isso ficou claríssimo na manifestação. Viu aquela conversinha mole de Previdência? Tudo armação pra fechar o Congresso.

─ Canalhas!

─ Calma. O Centrão vai reagir.

─ Tomara. Alguém tem que defender a nossa democracia.

Publicidade

─ Foi justamente por isso que eles foram pra rua: pra pressionar o Centrão e assim intimidar os democratas.

─ Tenho lido vários analistas dizendo isso: o Centrão é a resistência contra a ditadura.

─ Verdade. Aliás, a única coisa que melhora no Brasil de hoje é a análise política.

─ Pelo menos isso.

Publicidade

─ Vou fazer um post sobre o dia 26/5: a invasão da Paulista pela milícia obscurantista.

─ Puta análise. Até rimou.

─ Já postei.

─ Já curti.

Publicidade

─ Yes!

─ Uhu!

─ Boa essa sensação de estarmos lutando por um país mais livre e democrático apesar da onda reacionária.

─ Posta isso!

Publicidade

─ Postei!

─ Curti!

─ Ufa, Tô exausto.

─ Lutar pela democracia cansa mesmo.

Publicidade

─ Mas vale a pena.

─ Última coisa… Você que sempre foi crítico do PT: essas passeatas pedindo Lula Livre são pela educação ou isso é choro de perdedor?

─ Sinceramente? Se tem gente na rua se manifestando, quem sou eu pra julgar os motivos?

─ Perfeito. Viva a democracia!

Publicidade

─ Viva a liberdade!

─ Postei.

─ Curti.

Publicidade