Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O Herói da Rendição revoga o irrevogável e renuncia à renúncia

Publicado em 12 de abril “O povo paulista quer alguém que tenha coragem de mudar”, declamou na semana passada o senador Aloízio Mercadante, candidato ao governo estadual porque Lula mandou. Melhor mudar de discurseira, aconselha o vídeo que documenta a patética performance do Herói da Rendição em 21 de agosto de 2009. Na véspera, Mercadante […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 13h14 - Publicado em 3 jan 2011, 20h00

Publicado em 12 de abril

“O povo paulista quer alguém que tenha coragem de mudar”, declamou na semana passada o senador Aloízio Mercadante, candidato ao governo estadual porque Lula mandou. Melhor mudar de discurseira, aconselha o vídeo que documenta a patética performance do Herói da Rendição em 21 de agosto de 2009.

Na véspera, Mercadante anunciara pelo twitter a decisão de renunciar em caráter irrevogável à liderança da bancada do PT, para mostrar seu inconformismo com o apoio de Lula e do partido ao homem incomum José Sarney. Novamente enquadrado por Lula, subiu à tribuna na tarde seguinte para um discurso inverossímil.

Cabisbaixo, remexendo nervosamente em papéis, perdido em citações desconexas e pedidos de desculpas à família, revogou o irrevogável, renunciou à renúncia e continuou no cargo. Sarney também. Tudo foi perdoado e os dois hoje são amigos de infância.

Nunca antes neste país se viu uma caricatura tão bisonha do Dia do Fico. Confira.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=6VV8JEULzrs?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&feature=related&w=425&h=344%5D

Continua após a publicidade

Publicidade