Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O gatuno que comandou a roubalheira na Transpetro é mais um bandido de estimação de Lula e Dilma

Sérgio Machado e o quarteto insaciável não teriam feito o que fizeram sem a bênção da dupla de protetores de delinquentes

Todas as figuras citadas nos depoimentos de Sérgio Machado, sem exceção, devem ser incluídas na devassa conduzida pela Lava Jato. Se comprovada a veracidade da acusação, os culpados serão punidos. Caso contrário, o acordo de delação não terá validade e Machado vai envelhecer na cadeia. Simples assim. Nenhum meliante da classe executiva está fora do alcance da ofensiva apoiada irrestritamente pelo país que presta.

Brasileiros decentes não têm bandidos de estimação. Não se prestam ao papel de coiteiro desempenhado por Lula e Dilma Rousseff com muita aplicação e notável desfaçatez. Em 2003, a pedido de Renan Calheiros, o ex-senador cearense foi premiado por Lula com a presidência (e o cofre) da Transpetro. Nos anos seguintes, até as bombas dos postos de gasolina se assombraram com a roubalheira consumada por Machado em sintonia com os chefões do PMDB — sempre sob a proteção do Planalto.

Mantido no emprego por Dilma, o notório vigarista seguiu depenando em sossego o assalto à subsidiária da Petrobras. Deu no que deu. Os principais beneficiários das ladroagens descritas pelo delator foram os senadores José Sarney, Romero Jucá, Renan Calheiros e Edison Lobão, que acertaram com Lula o casamento do PT com o PMDB. Os casos de polícia protagonizados por Machado e por quatro vorazes pais da pátria não ocorreram depois da posse de Michel Temer, mas nos 13 anos de hegemonia da organização criminosa disfarçada de coligação partidária.

José Sarney, por exemplo, voltou a presidir o Senado por vontade de Lula, que retribuiu os bons serviços prestados pelo antigo dono do Maranhão com um título honorífico — Homem Incomum — e operações de socorro que mantiveram no cargo (e em liberdade) um prontuário de bigode. Romero Jucá foi ministro da Previdência e depois líder do governo Lula no Senado. Renan foi discípulo do palanque ambulante até virar conselheiro de um poste. Edison Lobão foi ministro de Minas e Energia da supergerente de araque.

Tão minucioso ao relatar bandalheiras envolvendo integrantes dos partidos que hoje se opõem ao PT, Machado evitou detalhar episódios de que participaram os principais responsáveis por sua longa temporada à frente da Transpetro. Mesmo assim, a revelação mais relevante está na soma dos depoimentos: conjugados, eles escancaram a paternidade da gangrena que consumiu durante 12 anos esse braço da estatal petroleira.

Como todos os participantes do maior esquema corrupto da história, Machado e o quarteto insaciável não teriam feito o que fizeram sem a bênção militante de Lula e Dilma. Todos roubaram impunemente graças aos dois coiteiros de meliantes. O resto é conversa de quadrilheiro apavorado com a expansão da República de Curitiba.

http://videos.abril.com.br/veja/id/34b8c547964c8e645ecee9886b2f0b12?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    CARLOS FRANCISCO DE FARIAS

    Esse Sérgio Machado,foice.É uma mala comprada pelo partido quadrilha pra sujar o governo interino de Michel Temer.Cadeia pra ele é pouco.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Ronaldo força

    Este elemento já deveria estar na cadeia. Passou mais de 12 anos roubando e ajudando a roubar com os políticos safados do PMDB e com a cumplicidade de Lula e Dilma. Agora sai jogando m. no ventilador e mentindo como se fosse um homem de bem. Tem de ser revista esta delação premiada que parece ser uma articulação do procurador com Lula e Dilma. O mal que este salafrário fez ao país não dar par isentá-lo através de uma delação profusa e mentirosa. Tem de prestar conta do dinheiro que realmente se apropriou e ficar na cadeia por muito mais tempo. Ninguém é burro.

    Curtir

  3. Comentado por:

    luiz

    boa tarde:Augusto Nunes,meus agradecimentos por ter enviados os meus comentários para à diretoria…outro assunto:quando você afirma que os esquerdopatas querem prender os xerifes e soltar os bandidos, isto é,já está acontecendo. vejam as notícias diárias..fazem os bandidos desconversar a verdade para converter em mentiras contra os policiais.a mentira transforma-se em verdade na maior cara de pau,com apoio de alguns telejornais,na nossa cara ao vivo e a cores.onde estão as autoridades decentes deste país?se não tomarem providências imediatamente,o próximo alvo será o grande JUIZ Sérgio Moro.em primeiro lugar,estes criminosos estão pegando os peixes menores,abaixo do Juiz. o Luladrão atacou e faltou com respeito,e acusou os EXMOS Ministros do STF,e não aconteceu nada com esta figura exemplar mais honesta do mundo ,com prática excepcional em roubar.aquilo que ele falou,aliais,latiu,é cadeia em qualquer nação ,com o mínimo de serenidade nas suas leis.esta é uma época excelente para expurgar estes bandidos do poder.um grande abraço para você e os Brasileiros verdadeiros.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Ronaldo força

    Augusto Nunes, é muito estranho que “o rei do rio” Sérgio Cabral , que quebrou o estado do Rio de Janeiro, não esteja envolvido nas falcatruas da Transpetro. Logo ele, bandido cevado na roubalheira do estado com festas no estrangeiro com chapéu de guardanapo, comemorando a lambança com o dinheiro sujo. Este sem vergonha que agrediu por palavras um jovem negro que criticava a falta de diversão nas piscinas do bairrol Chamou o coitado de otário e bandido na frente do ladrão Lula e seus comparsas. Enfim humilhou um menor e só não foi além por estar diante de jornalistas. Esta pústula tem de ir para cadeia , juntamente com o seu xará , grande mentiroso e articulador para melar a lavajato.

    Curtir