Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O doutor Ednei Freitas avisa: o transtorno que Lula tem não livra ninguém da cadeia

O psiquiatra Ednei Freitas, que analisou com exemplar precisão a cabeça de Lula, enviou à coluna a mensagem abaixo reproduzida. (AN) Li com muita atenção todos os comentários. Sinto-me feliz por constatar que a imensa maioria gostou do que escrevi. Agradeço as manifestações de apoio. E aproveito para acrescentar um esclarecimento a alguns leitores que […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 00h09 - Publicado em 7 nov 2015, 19h57

O psiquiatra Ednei Freitas, que analisou com exemplar precisão a cabeça de Lula, enviou à coluna a mensagem abaixo reproduzida. (AN)

Li com muita atenção todos os comentários. Sinto-me feliz por constatar que a imensa maioria gostou do que escrevi. Agradeço as manifestações de apoio. E aproveito para acrescentar um esclarecimento a alguns leitores que temem que o diagnóstico de Transtorno da Personalidade Anti-Social livre Lula da cadeia.

Tal preocupação é infundada, porque essa espécie de Transtorno não é considerada uma doença. O paciente não perde em nenhum momento a razão e o discernimento. Tem plena consciência dos atos que pratica. Portanto, um indivíduo afetado pelo Transtorno de Personalidade Anti-Social é completamente imputável.

Assim, não pode declarar-se doente para justificar seus atos. E deve responder pelo que fez ou faz.

Continua após a publicidade
Publicidade