Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O caso da refinaria sepulta as invencionices ufanistas de Lula e Dilma. A Petrobras é deles. Só é nossa a conta bilionária

ATUALIZADO ÀS 16H33 No comício promovido por Lula para oficializar a saída de José Eduardo Dutra e a chegada de José Sérgio Gabrielli, o Brasil ficou sabendo que a Petrobras seria presidida por um gênio da raça disfarçado de economista baiano. “O companheiro José Sérgio Gabrielli  se transformou num dos mais importantes diretores financeiros que […]

ATUALIZADO ÀS 16H33

DILMA ROUSSEFF-PLATAFORMA P-56 2

José Sérgio Gabrielli, Graça Foster, Dilma Rousseff e Paulo Roberto Costa em visita à Plataforma P-56, em Angra dos Reis, em junho de 2011

No comício promovido por Lula para oficializar a saída de José Eduardo Dutra e a chegada de José Sérgio Gabrielli, o Brasil ficou sabendo que a Petrobras seria presidida por um gênio da raça disfarçado de economista baiano. “O companheiro José Sérgio Gabrielli  se transformou num dos mais importantes diretores financeiros que a empresa já teve em toda a sua história”, informou o palanque ambulante em 22 de julho de 2005. Nem todos enxergam tão longe, elogiou-se na continuação do palavrório.

“Não faltaram pessoas que me diziam assim: o mercado não vai gostar, o mercado vai reagir, é melhor deixar quem está lá”, foi em frente o recordista sul-americano de bravata & bazófia. “Como eu não tenho nenhuma relação de amizade com o mercado, resolvi indicar quem eu queria”. O que queria (e, pelo jeito, encontrara) era alguém capaz de acumular a presidência da OPEP com a coordenação do carnaval de Salvador. Como até gente assim pode precisar de conselhos, ele lembrou a Gabrielli que, caso quisesse ajuda, bastaria recorrer à onisciente e onipresente Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

Ainda em 2005, a sumidade descoberta por Lula encampou a grande ideia de Nestor Cerveró, diretor da Área Internacional: comprar por US$ 360 milhões metade de uma refinaria no Texas que a empresa belga Astra Oil havia adquirido meses antes por US$ 42,5 milhões. Com a ajuda de outro diretor, Paulo Roberto Costa, Cerveró produziu o “resumo executivo” apreciado em 3 de fevereiro de 2006 pelo Conselho de Administração. Foi uma decisão desastrosa, comprovou o desfecho do negócio: em 2012, para encerrar a disputa judicial iniciada cinco anos antes, a Petrobras pagou mais US$ 820 milhões à Astra Oil e transformou-se na única proprietária de uma refinaria inútil.

Feitas as contas, a aquisição da velharia no Texas, sugerida por Gabrielli e aprovada por Dilma, custou US$ 1,18 bilhão ─ ou 2,8 bilhões de reais, que poderiam ter atendido a angustiantes urgências do viveiro de miseráveis fantasiado de potência emergente. Só nesta semana a supergerente mandona que tudo quer saber, e confere até o custo do cafezinho, resolveu enxergar o monumento à inépcia, à vigarice e à gatunagem. Com a candura de uma Filha de Maria, alegou desconhecer a existência de cláusulas leoninas infiltradas no contrato. Bastaria ter lido os documentos colocados à disposição da presidente do Conselho.

Em outubro de 2010, todos no Planalto sabiam da história inverossímil. Menos Lula, reiterou a visita do maior governante desde Tomé de Souza ao campo de Tupi. “Quando a gente quiser ter orgulho de alguma coisa neste país a gente lembra da Petrobrás, de seus engenheiros, de seu geólogos, do pessoal que é a razão maior do orgulho, mais do que o Carnaval, do que o futebol”, recomeçaram as invencionices ufanistas. “A Petrobrás é a certeza e a convicção de que este país será uma grande nação. É a prova mais contundente de que o brasileiro é capaz, é inteligente, não é de segunda classe”.

Depois que o Estadão incorporou a presidente da República ao espetáculo da indecência, a movimentação dos atores ampliou a afronta ao país que presta. Em campanha no Ceará, Dilma recusou-se a comentar a transação vergonhosa: estava lá para não dizer coisa com coisa sobre “mobilidade urbana”. Gabrielli, agora secretário de Planejamento da Bahia, culpou a “crise internacional” pelo negócio suspeitíssimo. Nestor Cerveró, hoje diretor financeiro da BR Distribuidora, tirou férias e foi para a Europa. Cerveró achou prudente cair fora do país tão logo soube que o álibi montado por Dilma  transfere integralmente a culpa para os autores do resumo executivo.

A demissão o alcançou a milhares de quilômetros de distância. Nesta sexta-feira, por ordem do Planalto, o diretor financeiro da BR Distribuidora perdeu o emprego fpelo que fez há mais de oito anos o diretor da Área Internacional da Petrobras. É bom que se cuide: para salvar do naufrágio a candidata à reeleição, o comitê central da campanha pode conferir-lhe o papel que sobrou para Marcos Valério no escândalo do mensalão. Seu parceiro Paulo Roberto Costa está preso, mas por outros motivos: a polícia descobriu que trocou a direção da Petrobras pelo alto comando de uma quadrilha especializada em lavagem de dinheiro.

Afônico de novo, Lula sussurrou a alguns amigos que Dilma não deveria ter confessado o que fez. Daqui a alguns dias vai recuperar a voz para jurar que não sabe de nada. Como os afilhados Dilma e Gabrielli, como os demais sacerdotes da seita que o venera, o padrinho e Grande Pastor sempre soube de tudo. Recitando que o petróleo é nosso, os donos do poder privatizaram a empresa agora reduzida a caso de polícia. A Petrobras é do PT. Só é nossa a conta bilionária.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Funcionário fantasma e que dá lucro a corruptos

    A Bolsa “Família” e o tráfico de influência, nunca questionados por nós:Patrimônio de Youssef é bem maior que o declarado, diz ex sócio de doleiro.Leonardo Meirelles, ex sócio do doleiro Alberto Youssef, diz que o doleiro tem patrimônio oculto e sociedades com empreiteiras não declaradas no acordo de delação premiada.Meirelles diz que o doleiro tem R$ 150 a 200 milhões!!!!Meirelles emprestava empresas para o doleiro Alberto Youssefm fazer remessas e ganhhava 1% do valor, ganhou US$ 1,5 MILHÃO de DÓLARES em 04 anos.Youssef fazia a ponte entre setores politicos e privados, entre empreiteiras e a Petrobrás. Ler Mais em:
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/02/1583582-patrimonio-de-youssef-e-bem-maior-que-o-declarado-diz-ex-socio-de-doleiro.shtml

    Curtir

  2. Comentado por:

    Degradação;Quem será responsabilizado pelas facilidades do doeliro Alberto Youssef para negociatas?

    Youssef era sócio de Ricardo Pessoa (UTC), em um hotel e um empreendimento imobiliário. Ele era sócio de outras empreiteiras? De forma oculta sim. Em vários processos que ele intermediou para as empreiteiras, em vez de ganhar recursos, ele adquiriu percentuais do projeto.http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/02/1583582-patrimonio-de-youssef-e-bem-maior-que-o-declarado-diz-ex-socio-de-doleiro.shtml

    Curtir

  3. Comentado por:

    E agora José?

    A Presidenta Dilma Rousseff e sua super-amiga Maria das Graças Foster, “presidente” da Petrobras, devem ter ficado muito pt da vida com a última linha da reportagem deste sábado da correspondente do jornal inglês Financial Times no Brasil. Analisando os riscos dos crescentes protestos nas ruas pedindo o impeachment de Dilma, por contra do escândalo da Lava Jato (Car Wash), a repórter Samantha Pearson fez uma previsão sombria para Dilma e Graça: “Se as manifestações conseguirem o que querem, as duas primeiras-damas do Brasil em breve perderão seus empregos”.
    http://www.alertatotal.net/2015/02/dilma-e-graca-vao-perder-seus-empregos.html

    Curtir

  4. Comentado por:

    Punição/Farsa

    Petrobras pode ser punida por relatórios falsos
    Pode render indenizações bilionárias a acionistas da Petrobras, na Justiça de Nova York (EUA), investigação das autoridades fiscais americanas, como a Comissão da Valores Mobiliários de lá (SEC), em relação aos relatórios 20-F (“Form 20-F”), documentação obrigatória e anual de empresas estrangeiras que atuam nos Estados Unidos. Esse tipo de investigação tira o sono de Graça Foster, presidente da estatal.
    http://www.diariodopoder.com.br/coluna/petrobras-pode-ser-punida-por-relatorios-falsos/

    Curtir

  5. Comentado por:

    Justiça americana

    Advogado criminalista americano diz que Petrobrás nos EUA vai enfrentar justiça implacável.
    https://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/vasto-mundo/robert-luskin-advogado-criminalista-americano-diz-que-petrobras-nos-eua-vai-enfrentar-justica-implacavel/

    Curtir

  6. Comentado por:

    Bloco Não Sabia, na concentração

    Petrobras pode ser punida por relatórios falsos.Pode render indenizações bilionárias a acionistas da Petrobras, na Justiça de Nova York (EUA), investigação das autoridades fiscais americanas, como a Comissão da Valores Mobiliários de lá (SEC), em relação aos relatórios 20-F (“Form 20-F”), documentação obrigatória e anual de empresas estrangeiras que atuam nos Estados Unidos. Esse tipo de investigação tira o sono de Graça Foster, presidente da estatal.Mais prejuízos.Se for atestada a falsidade dos relatórios, a Petrobras está sujeita a indenizações na Justiça e multas na Bolsa de Nova York.
    http://www.diariodopoder.com.br/coluna/petrobras-pode-ser-punida-por-relatorios-falsos/
    http://www.diariodopoder.com.br/coluna/mais-prejuizos/
    Risco de bancarrota.Indenizações bilionárias, multas e derretimento no valor das ações nos EUA podem levar a Petrobras à bancarrota, segundo especialistas.

    Curtir

  7. Comentado por:

    santos

    QUE FOTO fantástica, como são patriotas, como gostam do povo….vou dormir…

    Curtir

  8. Comentado por:

    Jose Antonio

    E o chefe deles com sua instituição sumiu ?

    Curtir

  9. Comentado por:

    Bloco da Competência desiste de sua apresentação

    Tsunami econômico em Angola.A cúpula petralha, sobretudo os que tem negócios com Angola, usando empresas “portuguesas” como laranjas, deve botar a barba de molho.Desesperado com a contínua queda do preço do petróleo no mercado internacional, o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos acaba de ordenar ao Ministério das Finanças para suspender, temporariamente, pagamentos ao exterior decorrentes de empreitadas públicas e imediata revisão, em baixa, do Orçamento Geral do Estado.
    http://www.alertatotal.net/2015/02/contagem-regressiva-para-impeachment-de.html
    O jornal português Expresso informa que Santos mandou congelar as transferências de dividendos, de prestação de serviços e de importação de mercadorias.
    Consequências
    O pacote de austeridade preparado por Luanda, segundo apurou o Expresso, tem como prioridade o corte das importações de determinados bens de consumo como cervejas, refrigerantes e água mineral, majoritariamente provenientes de Portugal.

    Curtir

  10. Comentado por:

    Vera

    Nossa! A cachorrada está toda na foto. Soltos, soltinhos.

    Curtir