Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O Brasil onde Dilma se esconde é uma Alemanha com praia e carnaval

Que Pasárgada, que nada. O Brasil descrito por Dilma Rousseff no artigo que encomendou a algum subordinado, assinou e publicou na Folha de 1° de janeiro é uma espécie de Alemanha com praias sempre ensolaradas e carnaval ─ além de pronto para revidar aqueles 7 a 1 da Copa de 2014. A coisa estaria perto […]

Que Pasárgada, que nada. O Brasil descrito por Dilma Rousseff no artigo que encomendou a algum subordinado, assinou e publicou na Folha de 1° de janeiro é uma espécie de Alemanha com praias sempre ensolaradas e carnaval ─ além de pronto para revidar aqueles 7 a 1 da Copa de 2014. A coisa estaria perto da perfeição se não fossem as apostas da oposição no quanto pior, melhor, o pessimismo dos pessimildos e a perseguição movida ao PT pela imprensa direitista.

No Brasil que só ela sabe onde fica, o crescimento econômico já começou, a inflação vai cair antes da Páscoa, os desempregados cabem numa van, a corrupção foi erradicada pelo PT, as reservas em dólares são de matar de inveja o governo chinês e a gastança acabou, fora o resto. O trem bala e a transposição das águas do São Francisco vão esperar mais um pouco, verdade. Mas a culpa é da herança maldita de FHC e das vinganças de Eduardo Cunha.

Em vez de confinar numa singela página de jornal tantas notícias extraordinariamente estimulantes, por que a presidente não tratou de divulgá-las aos berros num pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão? Porque a farsa acabou. O rebanho tapeado por 13 anos perdeu a paciência. Assim que aparecesse na telinha aquela carranca que funde presunção e ignorância, um gigantesco panelaço avisaria que o Brasil real está farto de vigarices e vigaristas.

Nem as vírgulas do artigo assinado pelo neurônio solitário são confiáveis. Ou aparecem no lugar errado ou somem de onde deveriam estar. Tudo somado, o texto só serviu para antecipar o que se deve esperar do governo enquanto Dilma permanecer no cargo que vem desonrando há cinco anos: muita mentira, muita incompetência ─ e nenhum sinal de vida inteligente. Além de muita saúva, pouca saúde ─ e nenhum vestígio de vergonha.

http://videos.abril.com.br/veja/id/434d34529397c778f4732bcc4bb9304c?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Cirval

    Se meu pai fosse vivo ele diria que ela merece uma surra de vara de marmelo ou relho de couro. A fala dessa mulher é coisa ordinária e por aí vai. E há quem defenda esse poste que só serve como depósito de fezes de cachorros vira-latas. A paciência do brasileiro está além do limite. Até quando vamos aguentar esse esbirro de presidente.

    Curtir

  2. Comentado por:

    alvaro

    O mais interessante é essa foto em que ela faz cara de inteligente e de uma pessoa reflexiva. A cabeça dessa mulher é um conjunto vazio de nada.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Haddammann

    Alguns caras, tipo ‘bonzinhos’ sempre aparecem ‘lembrando’ do quinzin babozinha, o melamça do apê de Miami, ‘aposentadinho’, botado como ‘juiz’ do lulLadrão com blindéxi de ‘ráiscísmu-pru-pôvu-gôistá’. Os caras ESQUECEM que o JUIZ é o Moro, e os fantasmas tão em casa ‘mamando’ enquanto o brasileiro vai suando e pagando impostos para o regalo bolsudo dos ‘iróizinhus’ cumpanhêrus.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Flavio

    Augusto, como qualquer empresa, Veja também tem o direito de demitir qualquer um de seus colaboradores. Mas qual empresa demite um que é querido, seguido e admirado por todos ? Algum dia saberemos o porque da estranha demissão da Joyce ?
    Não dirijo a revista nem o site, Flavio. Sou um dos colunistas e colaboro com a TVeja. abraços

    Curtir

  5. Comentado por:

    Textículos do Jota (ES)

    A gerenta-comandanta, aquela governanta que é sem nunca ter sido, anda se queixando muito por aí com a sua claque de vigaristas inflexíveis. Ela tem protestado com os seus comparsas, que aplaudem até mensaleiro “guerreiro do povo brasileiro”, que não pode sofrer o impeachment porque “nunca roubou”. Fez o diabo a vida inteira com o cidadão que presta e agora, ameaçada de ser despejada do Palácio pela massa falida, se sente injuriada. Está, de fato, numa sinuca de bico. Bem que gostaria de jogar tudo para o alto e sair por aí fazendo turismo (ela é especialista nisso, aprendeu com Lulla) pelos países capitalistas de verdade usufruindo cada R$ 100 mil amealhados no “Brasil do PT”. Mas, sabe como é, a esquerda é assim: ajoelhou tem que rezar. Ela precisa, antes de tudo, “honrar” – se é que esse verbo existe na novilíngua – a sua “palavra”, os “compromissos” assumidos com a “causa” e a companheirada. A estocadora de vento mente descaradamente: “O meu governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção. Eu não roubei nada”. Escreveu Reinaldo Azevedo: “[O discurso] tem é os dois pés no chão e as duas mãos também”. Quem é que a mandiocamaníaca teima em tentar enganar? Até criança sabe que nem sempre a esquerda está presente onde há roubo, mentira, insalubridade, insegurança, insanidade mental, incompetência e pobreza, mas onde a esquerda está presente sempre há roubalheira, ignorância, mentira, insegurança e miséria. As pegadas e digitais da mulher sapiens primeira e única estão em todas as lambanças cometidas pela esquerda “nextipaiz”, desde o início dos anos 70, quando a terrorista “Vana” era acusada de “assessorar” assaltos. A verdade é que a esquerda nos levou ao fundo do poço e a embusteira-chefa de plantão continua cavando. O objetivo da esquerda é claro: reduzir as instituições aos níveis de… governos de esquerda! Como fez em Cuba, na Venezuela, Bolívia… Os Tribunais Superiores se renderam ao projeto de poder esquerdopata. Prova disso é que passaram a produzir decisões fictícias e a se envolver politicamente pela manutenção do projeto de poder esquerdista. O Congresso é outra ficção. O Poder Executivo idem. O Brasil está, definitivamente, dividido entre nação iludida e desiludida. Faço parte da população desiludida; perdi a esperança, ao menos pelos próximos 10 anos. É por isso que sou radicalmente contra todos os tipos de drogas. Acho que todas deveriam ser proibidas. O sujeito começa pelo álcool, do álcool passa para o cigarro, do cigarro para a maconha, da maconha para o crack, do crack acaba falando, comendo, bebendo, votando e defendendo a droga da esquerda. Essa esquerdaça conformada que está aí acotovelada e encastelada nos podres poderes da América Latina e do mundo vai brigar pelo osso até não sobrar mais nada. Sempre foi assim, historicamente, e não vai ser diferente desta vez. Recentemente, só para ilustrar, cupinchas da ex-governanta argentina Cristina Kirchner levaram computadores, equipamentos, tudo das repartições públicas, não perdoaram nem a Casa Rosada. Dá até para imaginar o que farão os capangas de Nicolás Maduro, Evo Imoralles, Rafael Correa, Dillma e caterva quando forem obrigados a largar as suas respectivas heranças malditas.

    Curtir

  6. Comentado por:

    CLAUDIUS

    Para os que morrem nas filas do SUS e pelos corredores dos hospitais do Rio de Janeiro o Governo encontrou a saída. Podar as árvores e culpar o arvoredo pelos problemas. Os pacientes não eram atendidos e morriam pelos cantos porque não eram vistos devido às árvores. Definitivamente o Hell de Janeiro é uma das cidades de refúgio prescritas no Antigo Testamento da Bíblia. A outra é Brasília. E pela Medida Provisório 703/2015, a qual contém endereço, CNPJ,CPF, telefones dos agraciados e é Lei em sentido estrito. Um cafajeste da CGU falou tanta besteira sobre a MP na Globonews que a entrevistadora ficou com vergonha pôr ele. É a tal vergonha alheia ao vivo. É o constitucionalismo achado na rua do Ministro do STF Barroso. A lei como norma geral e abstrata é para as Democracia bem atrasadas como as europeias. E delírio de J.J. Gomes Canotilho.

    Curtir

  7. Comentado por:

    tutti

    Dilma é desavergonhadamente cruel. Por motivos torpes não vai embora.

    Curtir

  8. Comentado por:

    Pinóquio

    Que tal mandar Lula jogar na China?
    http://www.alertatotal.net/2016/01/que-tal-mandar-lula-jogar-na-china.html

    Curtir

  9. Comentado por:

    Agnes

    Dá nojo só de olhar esta coisa que chama de cara.Carregará pela eternidade o ódio de milhões de pessoas.

    Curtir

  10. Comentado por:

    RedFox

    Outro dia vi dona Dilma na TV (como não ver…?). Ela, pra variar, falava do que não sabe, com cara de quem dá aulas sobre o assunto. Nem estou certo sobre do que se tratava. Talvez fosse sobre inflação (e todos sabemos o quanto ela ‘entende’ de inflação; afinal, já fabricou muita por aqui). Tenho a impressão de que, no caso dessas asneiras publicadas na Folha (onde mais…?), trata-se, de novo, apenas disso mesmo: um jumento (fazendo de conta que é uma pessoa) zurrando o que desconhece. Sinceramente, não creio que ela se esconda num Brasil com cara de alemão: apenas continua achando que foi 7 a 1 pra nós… Dizem que a dama solta rojão até hoje, e não se canse de dizer, em dilmês, que somos Hékza!

    Curtir