Clique e assine com até 92% de desconto
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O áudio revela um estranho efeito do medo de vaia: Dilma achou que era Elizabeth II

A mais recente internação recomendada pelo jornalista Celso Arnaldo Araújo merece ser reproduzida no Direto ao Ponto. Confira: “Por último, eu queria pedir a vocês que todos nós nos levantássemos e cantássemos parabéns para o senhor Ban Ki-moon. Queria cumprimentá-lo, juntamente com a senhora Ban Sun-taek. Vamos cantar Parabéns pra Você, cada um na sua […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 03h40 - Publicado em 13 jun 2014, 18h27

A mais recente internação recomendada pelo jornalista Celso Arnaldo Araújo merece ser reproduzida no Direto ao Ponto. Confira:

“Por último, eu queria pedir a vocês que todos nós nos levantássemos e cantássemos parabéns para o senhor Ban Ki-moon. Queria cumprimentá-lo, juntamente com a senhora Ban Sun-taek. Vamos cantar Parabéns pra Você, cada um na sua língua”.

Dilma Rousseff, durante almoço oferecido aos chefes de estado e de governo presentes à Copa, ao usar o nome do secretário-geral da Organização das Nações Unidas para propor um brinde à Torre de Babel — antes de entoar Happy Birthday homenageando Joel Santana.

Parece mentira, mas aí está o áudio para provar que a presidente assassinou em inglês a musiquinha que cada um dos presentes deveria cantar no idioma natal. A maluquice demonstra que medo de vaia pode até induzir o portador a mudar de país, de identidade e de cargo. Apavorada com o que ouviria no Itaquerão, a presidente que o  marqueteiro João Santana promoveu a rainha deve ter achado que era Elizabeth II.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/154233307″ params=”color=ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_artwork=true&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Continua após a publicidade
Publicidade