Clique e assine a partir de 8,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Numa discreta cerimônia na cadeia em Brasília, Delcídio dedica o troféu de novembro ao filho caçula do chefão

Obediente ao regulamento da Superintendência da Polícia Federal em Brasília, a Comissão Organizadora do Homem sem Visão substituiu a tradicional festa de premiação por uma discreta cerimônia na cela que hospeda Delcídio Amaral para formalizar, na madrugada desta segunda-feira, a entrega do troféu mensal ao vencedor da enquete de novembro.

Por Augusto Nunes - Atualizado em 30 jul 2020, 23h56 - Publicado em 7 dez 2015, 06h41

Delcídio para o HSV Novembro

Obediente ao regulamento da Superintendência da Polícia Federal em Brasília, a Comissão Organizadora do Homem sem Visão substituiu a tradicional festa de premiação por uma discreta cerimônia na cela que hospeda Delcídio Amaral para formalizar, na madrugada desta segunda-feira, a entrega do troféu mensal ao vencedor da enquete de novembro.

Além do representante da comissão, apenas três carcereiros ouviram o curto pronunciamento do líder do governo no Senado, que venceu a disputa com 4,495 dos 8.233 votos válidos (52% do total de leitores-eleitores).

“Dedico este triunfo ao jovem Luís Cláudio Lula da Silva”, disse o campeão. “O garotão só não ganhou o troféu de novembro porque as inscrições estavam encerradas quando o Brasil soube do que é capaz um filho que segue as lições do pai. Não é pouca coisa enxergar um trabalho de consultoria em palavrórios copiados da internet e vender o besteirol por quase dois milhões e meio de reais. Muito obrigado!”.

Segunda colocada com 1.794 votos, Izabella Teixeira reagiu com indignação ao cancelamento da festa de entrega do prêmio. “A presidenta me emprestou aquele terninho vermelho pra que eu ficasse bem no retrato empoleirada no pódio!”, berrou a ministra do Meio Ambiente na entrevista coletiva concedida a seus oito assessores de imprensa. “Fui discriminada por ser mulher, militante do PT, defensora das minorias e inimiga da emissão de gases tóxicos!”.

Segundo um primo de Izabella, ela ficou eufórica com o desempenho na enquete. “A chefe disse que valeu a pena não enxergar nenhuma participação do governo federal na maior tragédia ambiental da história do Brasil”, contou um dos assessores de imprensa. “Ela disse que desastre natural é assim mesmo: morre gente, lugarejos desaparecem, rios acabam, mas não se pode esquecer que o Lula e a Dilma tiraram 50 milhões da pobreza”.

O terceiro lugar ficou com Kleber Terra (994 votos) e a lanterninha sobrou para José Carlos Bumlai, com uma performance decepcionante: apenas 950 eleitores apoiaram a candidatura do amigo de Lula que trocou a fazenda em Mato Grosso do Sul pela cadeia em Curitiba.

Vem aí a finalíssima que elegerá o Homem sem Visão de 2015, amigos! Estarão na briga de foice 11 feras laureadas com o troféu mensal! A votação na enquete começará no dia 15 de dezembro! Que vença o pior entre os piores!

Continua após a publicidade
Publicidade