Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Neurônio inundado

“Pode saber que sempre que você vê, sabe, você vê isso tudo, você fica achando que é, os meus problemas também passam a ser muito pequenos, os problemas de cada um da gente, porque é a gente diante da natureza e da força dela, não é?” Dilma Rousseff, em dilmês de catástrofe, internada por Celso […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 04h15 - Publicado em 16 mar 2014, 12h52

“Pode saber que sempre que você vê, sabe, você vê isso tudo, você fica achando que é, os meus problemas também passam a ser muito pequenos, os problemas de cada um da gente, porque é a gente diante da natureza e da força dela, não é?”

Dilma Rousseff, em dilmês de catástrofe, internada por Celso Arnaldo depois de sobrevoar áreas alagadas em Rondônia, acentuando a pequenez de seu governo diante da grandiosidade da mãe natureza.

Publicidade