Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Negócio da Bélgica (12)

“Não houve essa diferença tão grande quanto se fala entre o valor original e o valor pago porque são valores incomparáveis”. Ricardo Berzoini, ministro de Relações Institucionais, ao comentar a compra de Pasadena, reconhecendo que não é possível comparar os US$ 42,5 milhões que a Astra Oil pagou pela refinaria com os US$ 1,2 bilhão que o […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 04h06 - Publicado em 4 abr 2014, 22h23

“Não houve essa diferença tão grande quanto se fala entre o valor original e o valor pago porque são valores incomparáveis”.

Ricardo Berzoini, ministro de Relações Institucionais, ao comentar a compra de Pasadena, reconhecendo que não é possível comparar os US$ 42,5 milhões que a Astra Oil pagou pela refinaria com os US$ 1,2 bilhão que o Brasil enterrou na compra da sucata no Texas.

Publicidade