Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Não se enxerga

“Eu fico imaginando Nossa Senhora, como é que pode?, numa cidade que tem o privilégio de ter um companheiro desses como candidato, a gente vê pessoas que não têm a qualificação necessária na frente da pesquisa.” Lula, no papel de animador de comício de Fernando Haddad, ao descobrir que o  afilhado pode cair fora da […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 07h45 - Publicado em 29 set 2012, 08h09

“Eu fico imaginando Nossa Senhora, como é que pode?, numa cidade que tem o privilégio de ter um companheiro desses como candidato, a gente vê pessoas que não têm a qualificação necessária na frente da pesquisa.”

Lula, no papel de animador de comício de Fernando Haddad, ao descobrir que o  afilhado pode cair fora da disputa pela prefeitura de São Paulo já no primeiro turno, esquecendo que, se só votassem em candidatos com qualificação necessária, os eleitores jamais teriam instalado na presidência da República um brasileiro que nunca leu um livro, não aprendeu a escrever, tortura a gramática de 15 em 15 segundos, não estudou nada e acha que sabe tudo.

 

 

Publicidade