Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Namoro ou amizade?

“Eu entendo a confusão… Afinal, meu irmão ficou muito tempo nesta Casa”. Jorge Viana, senador eleito pelo PT do Acre, ao ser confundido com o irmão Tião Viana pelo senador do PP fluminense Francisco Dornelles. “Ficou em nossos corações”. Francisco Dornelles, camuflando com o plural a saudade que sente do colega que agora é governador.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 12h40 - Publicado em 2 mar 2011, 12h44

“Eu entendo a confusão… Afinal, meu irmão ficou muito tempo nesta Casa”.

Jorge Viana, senador eleito pelo PT do Acre, ao ser confundido com o irmão Tião Viana pelo senador do PP fluminense Francisco Dornelles.

“Ficou em nossos corações”.

Francisco Dornelles, camuflando com o plural a saudade que sente do colega que agora é governador.

Publicidade