Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mensaleiro doidão

“Muitas vezes o relator conduziu contra as provas, sua apresentação, além de usar tautologicamente um roteiro construído por ele, confunde os ministros e a sociedade com informações distorcidas e embaralhadas”. João Paulo Cunha, deputado federal do PT paulista, ex-presidente da Câmara do mensalão, condenado a mais de 9 anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal, […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 07h19 - Publicado em 30 nov 2012, 01h50

“Muitas vezes o relator conduziu contra as provas, sua apresentação, além de usar tautologicamente um roteiro construído por ele, confunde os ministros e a sociedade com informações distorcidas e embaralhadas”.

João Paulo Cunha, deputado federal do PT paulista, ex-presidente da Câmara do mensalão, condenado a mais de 9 anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal, num trecho da nota oficial que pode apressar sua transferência para o manicômio judiciário.

Publicidade