Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula não admite que um político acusado de envolvimento em patifarias fique quieto. Que tal começar pelo Caso Rose?

O ex-presidente Lula sempre esbanja valentia quando não há perigo por perto. Ao fim de cada discurseira para plateias amestradas, não pareceria exagero condecorar o orador por atos de bravura em combates imaginários. Sobretudo quando entra em ação nas reuniões da seita que chefia, o espetáculo do destemor é suficientemente impressionante para induzir à rendição […]

O ex-presidente Lula sempre esbanja valentia quando não há perigo por perto. Ao fim de cada discurseira para plateias amestradas, não pareceria exagero condecorar o orador por atos de bravura em combates imaginários. Sobretudo quando entra em ação nas reuniões da seita que chefia, o espetáculo do destemor é suficientemente impressionante para induzir à rendição sem luta um pelotão inteiro de fuzileiros navais americanos. Foi assim nesta terça-feira, durante o comício de lançamento da candidatura de Rui Falcão a mais uma temporada na presidência do PT.

No meio do palavrório, o palanque ambulante resolveu reiterar aos berros a declaração de guerra a inimigos que insistem em noticiar as delinquências da companheirada. “A imprensa fica 24 horas por dia esculhambando com o político”, encolerizou-se. (Esculhambação, segundo o Glossário da Novilíngua Lulopetista, é qualquer coisa que não atenda aos interesses do mestre e seus devotos). Foi a senha para a entrada em cena da linguagem de cortiço: “Eu fico puto porque os políticos não reagem, fico puto da vida porque eles ficam tão quietos enquanto eles ficam xingando a classe política”.

Por que Lula não aproveita o Caso Rose para desencadear a reação dos ofendidos? Ele anda indignado com jornalistas que se negam a sepultar o escândalo em que se meteu ao lado de Rosemary Noronha. Mas ainda não abriu a boca sobre as patifarias descobertas pela Polícia Federal e divulgadas há 264 dias. Como comprova o post reproduzido na seção Vale Reprise, pelo menos 40 perguntas aguardam respostas. Só podem ser fornecidas pelo homem que instalou uma vigarista no escritório da Presidência da República em São Paulo, presenteou a protegida com passeios internacionais e, a pedido da companheira, infiltrou seus comparsas em agências reguladoras.

O ex-presidente afirma que quem diz coisas assim está “esculhambando” a classe política e não admite que os insultados permaneçam quietos, certo? Pois reafirmo que a parceria com Rose é um caso de polícia. E espero que Lula reaja pondo fim ao silêncio de quem não tem álibi algum a apresentar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    carlos pereira

    O que o sr tem a dizer …
    Já disse.

    Curtir

  2. Comentado por:

    carlos pereira

    opaaaaa !!!

    Curtir

  3. Comentado por:

    carlos pereira

    Aqui náo entra ladrão. O link voltou para o lixo.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Marcos Borges Viana

    E o resto do país? Estão vigilantes quanto a isso?

    Curtir

  5. Comentado por:

    Franco

    É só investigar como o “molusco” perdeu um dedo (ou um tentáculo), quando já havia perdido toda a vergonha, para viver no bem bom do sindicalismo, servindo como “isca” na frente dos pobres trabalhadores enganados, urrando palavras de ordem e, logo em seguida, falando manso e bebericando escondido com os empresários, “negociando o melhor acordo” trabalhista, que já estava fechado antes mesmo de começar todo o “espetáculo grevista”. O molusco verdadeiro, se ameaçado, solta um urro e uma tintura preta, para esconder sua fuga, mas não é tão vil, mentiroso e covarde como o que lhe empresta o nome.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Valentina de Botas

    Se ele cala, que ela fale: que tal convidar Rosemary Noronha para o centro do Roda-Viva?
    Ótima ideia.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Roberto Ataliba

    Esse é o pior covarde que eu presenciei na política. Mentiroso sem moral. Chamou o Maluf de ladrão e foi pedir ajuda na casa do ladrão. Meteu o pau no Sarney e na Rosane Filha e hoje puxa o saco dos dois. Quando a bomba estoura foge rapidinho. Quando a poeira assenta aparece rotando valentia e um monte de babaquice. Corrupto analfabeto metido a besta. Só aprendeu a mentir e enrolar os outros, ladrão incapaz. Deixou o filho rico com o dinheiro público. E o descarado ainda fala que o ladrãozinho é o Ronaldo dos negócios. Foi processar a revista Veja por estar fazendo o seu papel informativo. tomou foi uma multa na cara de 10 mil reais. Foi pouco mas já serviu para esses dois safados verem que as coisas não são como eles estão pensando.

    Curtir